13:32 26 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Pessoas observam a obra de Leonardo Da Vinci, Mona Lisa

    Nova descoberta marca 500° aniversário da morte de Leonardo da Vinci (FOTOS)

    CC0
    Cultura
    URL curta
    160

    Um novo estudo aprofundado, realizado em Florença, do desenho mais antigo de Leonardo da Vinci provou que o artista renascentista era ambidestro, ou seja, utilizava as duas mãos para criar suas obras-primas.

    As inscrições descobertas durante a análise na primeira pintura do artista comprovou o fato, o desenho de 1473 também mostra um esboço feito em carvão até então desconhecido, afirma a Galeria Uffizi, da Itália.

    Na pintura, foram realizadas análises científica e tecnológica que encontraram duas frases escritas pelo artista. Além disso, no verso do quadro, os pesquisadores descobriram um esboço feito por ele, comprovando que utilizava as duas mãos em suas obras, segundo publicação do Daily Mail

    'Paisagem 8P', obra de Leonardo Da Vinci é analisada em Florença
    © REUTERS / Galeria Uffizi / Publicado via REUTERS
    'Paisagem 8P', obra de Leonardo Da Vinci é analisada em Florença

    "O estudo combinado de materiais, dos traços típicos de sua escrita e a comparação com outros documentos mostram que o artista fez o autógrafo da frente com a mão esquerda e a do verso com a direita", afirmou a galeria italiana.

    Detalhe mostra escrita e figuras humanas do artista Renascentista, Leonardo Da Vinci
    © REUTERS / Galeria Uffizi / Publicado via REUTERS
    Detalhe mostra escrita e figuras humanas do artista Renascentista, Leonardo Da Vinci

    O primeiro desenho conhecido de da Vinci é de 5 de agosto de 1473 e mostra uma paisagem do vale do rio Arno e do Castelo de Montelupo, nos arredores de Florença. Leonardo da Vinci tinha apenas 21 anos de idade quanto pintou a obra conhecida como "Paisagem 8P", que recebeu este nome devido ao seu número de inventário.

    Escrita do artista Renascentista, Leonardo Da Vinci, durante análise em Florença
    © REUTERS / Galeria Uffizi / Publicado via REUTERS
    Escrita do artista Renascentista, Leonardo Da Vinci, durante análise em Florença

    Para a criação desta obra, da Vinci utilizou uma pluma metálica com tinta à base de cobre e carvão. E, para o desenho, utilizou um papel translúcido para pintar com precisão o horizonte. A vegetação, as montanhas e os rios, foram feitos à mão livre, informam os pesquisadores.

    "Leonardo nasceu canhoto, mas foi reeducado para utilizar a mão direita desde a infância", complementou a historiadora da arte Cecilia Frosini, que assina o comunicado da Galeria Uffizi, enfatizando que "olhando seus escritos, incluindo o deste desenho, percebe-se que sua caligrafia de mão direita é treinada e benfeita".

    'Paisagem 8P' do artista Renascentista Leonardo Da Vinci, em Florença
    © REUTERS / Galeria Uffizi / Publicado via REUTERS
    'Paisagem 8P' do artista Renascentista Leonardo Da Vinci, em Florença

    Para o diretor da Galeria Uffizi, Eike Schmidt, essa "é uma verdadeira revolução no campo de estudos sobre Leonardo".

    De acordo com a Galeria Uffizi, proprietária da pintura, a obra será enviada à cidade natal do artista, situada na região de Toscana, onde será exposta em um evento especial para celebrar os 500 anos da morte de Leonardo da Vinci, em 2 de maio de 2019.

    Mais:

    'Mona Lisa nua' poderia ser obra de Leonardo da Vinci (FOTO)
    Pintura de US$ 450 milhões 'desaparece' de museu nos Emirados Árabes Unidos
    Tags:
    pintura, estudo, descoberta, artista, obra, Leonardo Da Vinci, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar