22:37 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Cultura
    URL curta
    950
    Nos siga no

    Considerado um dos escritores mais importantes da literatura brasileira e membro imortal da Academia Brasileira de Letras, Carlos Heitor Cony faleceu nesta madrugada. Ele tinha 91 anos e estava internado no Hospital Samaritano do Rio de Janeiro desde o último dia 26 de dezembro por problemas no intestino.

    Vencedor por três vezes do prêmio Jabuti (1996, 1998 e 2000), o mais importante do mercado editorial, além da comenda de Artes e Letras do governo francês, Cony era jornalista. Trabalhou no extinto Jornal do Brasil, no Correio da Manhã e Manchete, onde iniciou no campo da teledramaturgia. Nos últimos anos era comentarista da rádio CBN, veículo do Grupo Globo e escrevia editoriais para a Folha de S. Paulo.

    Foi preso várias vezes durante a ditadura militar, motivo que lhe valeu o status de perseguido político. Em 23 de março de 2000, foi eleito para a cadeira número 3 da ABL. Publicou 17 romances ao longo da vida.

    Tags:
    Rio de Janeiro, Carlos Heitor Cony, Folha de S. Paulo, Manchete, Academia Brasileira de Letras (ABL), CBN, Jornal do Brasil, Grupo Globo, Prêmio Jabuti
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar