15:00 23 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Cultura
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    No sudeste da Inglaterra, os arqueólogos encontraram um grande número de ossos de pessoas pré-históricas com marcas que provam realização de um ritual de sepultamento extremamente estranho.

    Segundo informa o jornal The New York Times, os ossos, que contam com mais de 15 mil anos de idade, têm evidências de canibalismo. Os investigadores ficaram muito surpreendidos ao descobrir que as pessoas pré-históricas roeram completamente todos os ossos e também comeram a medula óssea.

    Ao mesmo tempo, os cientistas indicam que marcas nos ossos encontrados, feitas por ferramentas de pedra, correspondem a sinais em ziguezague notados em ossos de animais escavados na França há alguns anos. Tais entalhas foram gravadas durante rituais especiais.

    Vale ressaltar que os restos de corpos encontrados não possuem evidências traços de qualquer violência.

    "Acreditamos que essas pessoas morreram devido a causas naturais e, em seguida, foram comidas, declarou a doutora Silvia Bello", líder do grupo arqueológico.

    De acordo com ela, esta descoberta é a prova mais antiga de que as pessoas pré-históricas praticavam canibalismo.

    Não obstante, esse povo não sofreu de fome, pois ossos de numerosos animais também estavam enterrados na caverna com os ossos humanos.

    Mais:

    Restos de 'gigante' descobertos em antigo tesouro no Irã
    'Sepultura do extraterrestre' é encontrada na Crimeia (FOTOS)
    17 múmias são descobertas em sepultura subterrânea no Egito
    Múmia 'extraterrestre' peruana: verdade ou fraude arqueológica? (VÍDEO)
    Tags:
    sepultamento, descoberta, animais, marca, restos mortais, pré-histórico, Grã-Bretanha, Inglaterra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar