12:41 27 Junho 2017
Ouvir Rádio
    Presidente rússo, Vladimir Putin, duranta coletiva de imprensa conjunta com Sergio Mattarella, presidente da Itália

    Putin foi incluído na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, informa Time

    © Sputnik/ Aleksei Druzhinin
    Cultura
    URL curta
    91894103

    O presidente da Rússia Vladimir Putin foi de novo incluído na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, de acordo a versão da revista Time. Revista dividiu a lista nas seguintes categorias: "Titãs", "Inovadores", "Personalidades da Arte", "Líderes" e "Ídolos". Putin foi incluído na categoria "Líderes".

    Entre os "Líderes" também estão presentes o presidente dos EUA Donald Trump, o líder da Coreia do Norte Kim Jong-un, o presidente das Filipinas Rodrigo Duterte, o líder da Turquia Recep Tayyp Erdogan, o presidente da Colômbia Juan Manuel Santos, o fundador do portal WikiLeaks Julian Assange, o presidente da China Xi Jinping, a esposa de Bill Gates, um dos fundadores da Microsoft, Melinda, o Papa Francisco, a premiê do Reino Unido Teresa May, o premiê da Índia Narendra Modi, o general iraniano Qasem Soleimani, o chefe do gabinete da Casa Branca Reince Priebus, o assessor do presidente dos EUA para assuntos estratégicos Steve Bannon, o líder dos democratas no Senado americano Chuck Schumer, o chefe do Pentágono James Mattis, a senadora democrata do estado do Massachusetts Elisabeth Warren, o diretor do FBI James Comey e outros políticos.

    Sobre cada político para a revista foram escritos artigos especiais. Assim, por exemplo, o autor do texto sobre Vladimir Putin foi o ex-presidente da URSS Mikhail Gorbachev.

    Gorbachev escreve que Putin "alcançou o sucesso na estabilização da situação, na preservação do Estado russo e no fortalecimento de sua posição econômica".

    "Tenho certeza que a Rússia só pode alcançar o sucesso através da democracia. A Rússia está pronta para a concorrência política, para um sistema realmente multipartidário, eleições honestas e uma rotação sistemática de governo. Isso deve determinar o papel e a responsabilidade do presidente", notou Gorbachev.

    A Time chamou de "Titãs", em particular, os empresários Daniel Ek e Evan Spiegel, a chefe do Sistema de Reserva Federal dos EUA Janet Yellen, o jogador de basquete LeBron James e o fundador do site Amazon.com Jeff Bezos.

    Na categoria de "Inovadores" foram incluídas a filha do presidente dos EUA Ivanka Trump e o seu esposo Jared Kushner, a atriz americana Constance Wu e outras pessoas.

    Entre as "Personalidades da Arte" a revista destacou cantora Alicia Keys, o cineasta Barry Jenkins, a atriz e cantora Demi Lovato, o cantor Ed Sheeran, a atriz Emma Stone e outros representantes do show biz.

    A revista considerou como "Ídolos" a escritora Margaret Atwood, o jogador de futebol americano Colin Kaepernick e Raed al Saleh, o líder da organização Capacetes Brancos que está ligada aos terroristas da Frente al-Nusra e Al-Qaeda (organizações proibidas na Rússia e em outros países).

    Mais:

    'Convidado a sair' por assediar mulheres: Fox News demite apresentador que ofendeu Putin
    Chancelaria russa: Moscou reitera disponibilidade para encontro entre Trump e Putin
    Tags:
    poder, lista, OTAN, Ivanka Trump, Rodrigo Duterte, Kim Jong-il, Donald Trump, Recep Tayyip Erdogan, Vladimir Putin, Reino Unido, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik