15:53 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Exposição Viventes' na PUC RJ

    Exposição no Rio retrata sobreviventes do holocausto que vivem no Brasil

    Marian Starosta/Divulgação
    Cultura
    URL curta
    125213

    A história de um grupo, com 29 pessoas, que chegou ao Brasil após escapar do holocausto nazista, na Segunda Guerra Mundial está retratada na exposição "Viventes", da fotógrafa e jornalista gaúcha Marian Starosta, no Solar Grandjean de Montigny, do museu da Pontifícia Universidade Católica (PUC), na Gávea, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

    A mostra faz parte da programação da edição 2016 do FotoRio, evento anual que acontece na cidade dedicado à fotografia. Marian Starosta foi coordenadora de Artes Visuais na Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre e hoje é diretora artística do Ateliê da Imagem Espaço Cultural, no Rio.

     

    O projeto "Viventes" teve início em 2013, onde  inicialmente seria feito um inventário dos sobreviventes do holocausto que moram no Brasil, mas o trabalho se expandiu para além da fotografia, em uma instalação, com paisagens sonoras, vídeos, documentos e objetos, criados a partir dos relatos dos sobreviventes, hoje com idades entre 70 e 110 anos, e que vivem no Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

    O trabalho também deve virar um livro até o fim do ano, com fotografias e textos de diversos autores.

    A exposição "Viventes – Judeus sobreviventes do holocausto no Brasil" fica em cartaz até o dia 11 de agosto. A visitação acontece de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. A entrada é gratuita.

    Tags:
    Segunda Guerra Mundial, fotos, holocausto, exposição, PUC, Marian Starosta, Gávea, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik