14:03 24 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Cultura
    URL curta
    391
    Nos siga no

    Na rua vizinha da embaixada do Brasil em Moscou foi exibido um filme de uma artista da antiga Iugoslávia, Marina Abramovic.

    O documentário “Espaço Além: Marina Abramovic e o Brasil” foi apresentado no âmbito do 38º Festival Internacional de Cinema de Moscou, que está sendo realizado entre 23 e 30 de junho, 2016. 

    A artista performativa comunica os seus sentimentos pessoais – a perda de amor, o medo, o abandono. Procurando energia, vitalidade e liberdade, a artista decidiu fazer uma viagem por todo o Brasil. 

    No documentário a artista se descreve como uma nômade moderna e partilha variadas experiências religiosas e holísticas – tudo o que ela diz ter aprendido para ser feliz.

    Agora a obra será avaliada não só por participantes do festival e jornalistas, mas também por especialistas do júri do concurso de cinema documental do Festival.

    Mas, independentemente do resultado do concurso, ela parece querer comunicar suas ideias por meio de sua arte e também através da abertura do Instituto Marina Abramovic – o nosso corpo e as dores que sentimos não significam nada, não importam, o que importa é o que realmente somos e os nossos pensamentos. 

    Ela termina a película entrando em uma grande caverna, perto de São Paulo, dizendo que não quer que seu público olhe para ela, mas sim para dentro de si.

    Mais:

    Morte pelo terror: homem não suporta sessão de cinema
    Tags:
    Cinema, arte, Festival Internacional de Cinema de Moscou, Marina Abramovic, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar