11:42 20 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    P311 hoje em dia

    Mergulhador italiano acha importante vestígio de guerra

    © Foto: Massimo Domenico Bondone
    Cultura
    URL curta
    0 90941

    "Foi incrível, especialmente porque não esperávamos encontra-lo!" É assim que o mergulhador genovês Massimo Domenico Bondone descreve as suas emoções após a descoberta do submarino inglês P311, desaparecido nas águas da Sardenha 73 anos atrás.

    Nos tempos da Segunda Guerra Mundial, um submarino inglês com 71 marinheiros a bordo se afundou na costa da ilha de Tavolara (Sardenha). Desde 1943 que não havia notícias sobre a embarcação, até que, alguns dias atrás, Massimo Bondone, com o apoio técnico de Orso Diving Club e depois de alguns fracassos, encontrou o submarino praticamente intacto na profundidade de 100 metros.

    Submarino inglês P311
    © Foto: Wikipedia
    Submarino inglês P311

    Hoje em dia ainda existem muitos vestígios da Segunda Guerra Mundial nos diversos países. Nos campos de batalha ainda se encontram restos mortais de soldados, testemunhos deste período trágico. A missão do submarino da Marinha Real Britânica era destruir os cruzadores italianos Trieste e Gorizia, mas o destino quis de outra forma e, anos depois, foi um italiano que descobriu a embarcação, oculta nas profundezas do mar.

    Graças a este achado, as famílias dos marinheiros ingleses conhecem agora o lugar onde os seus parentes repousam.

    Submarino inglês debaixo da água
    © Foto: Massimo Domenico Bondone
    Submarino inglês debaixo da água

    A Sputnik falou com o herói desta história, Massimo Domenico Bondone, e perguntou sobre o destino deste achado.

    "Segundo a tradição, os achados não retornam para o seu país de origem, eles permanecem no local onde foram encontrados. Se for oficialmente reconhecido que este submarino é o P311, provavelmente, será realizada uma grande cerimônia com a participação de representantes da Itália e do Reino Unido, sendo este lugar reconhecido como cemitério militar".

    Massimo também diz que os corpos dos 71 marinheiro permanecem intactos. O mergulhador já recebeu agradecimentos de parentes dos marinheiros ingleses. Eles ficaram muito comovidos. O mergulhador tem recebido mensagens não apenas das famílias, mas também de várias associações de mergulhadores. Todos eles expressam profunda satisfação por se ter tratado os restos mortais dos soldados com o devido respeito. 

    Mais:

    Por trás de cada achado há uma história pessoal
    Historiador lança livro com a verdade sobre a Segunda Guerra Mundial
    Defender a pátria e escapar da morte: A história de um veterano da Segunda Guerra Mundial
    Tags:
    história, submarino, Segunda Guerra Mundial, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik