23:45 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Viking

    Arqueóloga usa satélite para encontrar povoado viking na América do Norte

    © flickr.com/ gafa kassim
    Cultura
    URL curta
    302951232

    Uma arqueóloga fez o que nenhum de seus colegas conseguiu em mais de 55 anos: encontrar um assentamento viking na América do Norte.

    Evidências encontradas em um sítio arqueológico recém-encontrado em Newfoundland sugerem que o local foi habitado por escandinavos. Se confirmado, seria apenas o segundo povoado viking conhecido na América do Norte.

    Sara Parcak usou fotos tiradas por satélite a mais de 600 quilômetros da Terra para procurar indícios de que vikings avançaram muito mais adentro da América do Norte do que o que se acreditava anteriormente. Parcak já havia utilizado a mesma técnica para encontrar 17 pirâmides, mil tumbas e três mil civilizações perdidas. Entretanto, esta nova descoberta pode mudar tudo que se “sabia” anteriormente sobre os vikings na América do Norte.

    “Tipicamente, na arqueologia, você apenas consegue escrever uma nota de rodapé nos livros de história, porém o que parece que temos aqui é também o começo de um capítulo inteiramente novo”, disse Parcak à BBC.

    O primeiro e único povoado viking, encontrado em 1960 na América do Norte, até agora existiu em L’Anse aux Meadows, em Newfoundland. O novo sítio encontrado por Parcak fica a cerca de 500 quilômetros a sudoeste de lá.

    Ao constatar descolorações e padrões nas áreas cobertas por fotos de satélite, a arqueóloga viajou até o local para investigar, correndo o risco de ser atacada por ursos, comuns na região.

    “Ou é… uma cultura completamente nova que parece ser precisamente igual à dos nórdicos ou é o sítio nórdico mais a oeste já encontrado”, disse Parcak à imprensa.

    A descoberta sugere que os vikings ocuparam a América do Norte muitos anos antes de Cristóvão Colombo chegar, em 1492.

    Mais:

    Kiev diz ter direito a espada viking contrabandeada da Rússia
    Tags:
    viking, sítio arqueológico, satélite, descoberta, Sara Parcak, Newfoundland, América do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik