23:44 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico)

    Baseado em fatos reais: Daesh, agora no cinema

    © REUTERS / Ali Hashisho
    Cultura
    URL curta
    732
    Nos siga no

    Destruir o Daesh é uma tarefa que pode ser completada somente quando a ideologia do grupo terrorista for erradicada, disse o cineasta sírio Necdet Anzur.

    Em entrevista à Sputnik Turkiye, o cineasta sírio sublinhou a necessidade de eliminar a ideologia do Daesh.

    Azur apresentou um filme sobre o Daesh que pode ser descrito como um drama que foca no impacto ideológico e psicológico sobre as pessoas.

    “O filme ‘Daesh’ atrai atenção do público ao facto de que somente uma vitória militar não é bastante para eliminar o grupo jihadista que é notoriamente conhecido não só por execuções horríveis e atos violentos de terrorismo, mas também a escala de penetração na vida quotidiana de grande número de pessoas”, disse Anzur.

    Tocando no assunto de influência do Daesh, Anzur acrescentou que muitas pessoas cedem de forma psicológica porque sentem que são incapazes de resistir ao poder de violência criada pelos terroristas do Daesh dentro do grupo.

    Muitos espectadores criticaram de forma violenta Anzur pela cena final do filme que mostra um dos comandantes do Daesh fugindo com uma mala com passaportes falsificados. Quando foi perguntado por que não filmou um outro final que mostre a morte do comandante, Azur explicou:

    “O comandante do Daesh é uma pessoa internacional e por isso decidi não mata-lo. Provavelmente, partirá da Síria para um outro país, mudará a sua aparência e continuará as suas atividades ali. É um filme com um final aberto e os espectadores que determinarão o destino do comandante”.

    Anzur que já foi condenado à morte pelos jihadistas por causa do seu filme, acrescentou que queria que o filme seja mostrado em territórios controlados pelo Daesh, onde os apoiantes dos terroristas podem assistir a ele.

    Segundo o cineasta, o filme foi traduzido para 9 línguas e será mostrado em várias províncias sírias, inclusive Damasco, al-Suwayda, Homs, Latakia e Tartus, bem como nos EUA e Canadá.

    A estreia do filme se realizou no edifício de Dar al-Opera em Damasco na semana passada.

    Tags:
    propaganda ideológica, terroristas, luta, filme, terrorismo, Daesh, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar