22:32 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 141
    Nos siga no

    Parte de uma couraça metálica foi descoberta por uma expedição da Sociedade Geográfica russa no distrito autônomo de Yamalo-Nenetsky, situado na zona ártica da Sibéria Ocidental.

    Trata-se da parte peitoral da armadura, de 20 por 30 centímetros, composta por mais de 100 lamelas retangulares de ferro, unidas por anéis metálicos. Uma das suas particularidades é a presença de um furo, aparentemente criado pelo impacto de uma bala.

    "Este tipo de armadura poderia ter vindo da Ásia Central para a Sibéria no final do século XVII ou início do século XVIII e era comumente usado entre os guerreiros khanty – um dos povos nativos da zona. Supreendentemente, o fragmento está bem preservado, embora tenha sido encontrado em solo arenoso. Estava mesmo debaixo do gramado. É uma descoberta muito rara, uma verdadeira peça de museu", disse Ilia Gorshkov, chefe da expedição.

    Ainda assim, não se sabe muito bem como a armadura foi parar no local, uma zona tão distante. As escavações não detectaram vestígios de qualquer batalha, casa ou oficina de armas, embora tenham sido identificados sinais de atividade humana no Neolítico e na Idade Média tardia.

    As escavações foram realizadas perto das ruínas de Mangazeya – o primeiro assentamento russo além do Círculo Polar Ártico, que foi fundado no início do século XVII, tendo sido, ao longo de 50 anos, um importante centro de comércio entre os povos da região e comerciantes russos e europeus.

    Mais:

    'Descarga real': banheiro privado de 2.700 anos é encontrado em Israel (FOTOS)
    Dente único de mastodonte de 12 mil anos é encontrado nos EUA (FOTO)
    Mais antigo de todos os tempos: arqueólogos encontram equipamento de pesca de 12 mil anos (FOTO)
    Tags:
    arqueologia, armadura, Sibéria, Rússia, sítio arqueológico, artefatos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar