21:54 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 52
    Nos siga no

    O Comitê Nobel de Química da Academia Real das Ciências da Suécia atribuiu nesta quarta-feira (6) o prêmio de 2021 para os cientistas Benjamin List e David MacMillan pelo desenvolvimento de métodos da chamada organocatálise assimétrica, usada na síntese química de moléculas.

    Por muito tempo, a ciência acreditava que existiam apenas dois tipos de catalisadores disponíveis: metais e enzimas.

    Benjamin List do Instituto Max Planck (Alemanha) e David MacMillan da Universidade de Princeton (EUA) desenvolveram, independentemente um do outro, um terceiro tipo, a organocatálise assimétrica, que se baseia em pequenas moléculas orgânicas, segundo o comunicado de imprensa.

    "Este conceito de catalisador é tão simples quanto engenhoso, e o fato é que muitas pessoas se perguntaram por que não pensamos nisso antes", disse Johan Aqvist, chefe do Comitê Nobel de Química.

    Urgente: O Prêmio Nobel de Química de 2021 foi atribuído a Benjamin List e David W.C. MacMillan "pelo desenvolvimento da organocatálise assimétrica".

    A descoberta foi feita no ano 2000 e, desde então, está se desenvolvendo a uma velocidade surpreendente. Benjamin List e David MacMillan permanecem os líderes nesta área de estudos e mostraram que os catalisadores orgânicos podem ser usados para impulsionar múltiplas reações químicas.

    Usando essas reações, os pesquisadores podem agora construir qualquer coisa com mais eficiência, desde novos medicamentos a moléculas que possam captar luz em células solares.

    No ano passado, o Prêmio Nobel de Química foi atribuído a duas cientistas, Emmanuelle Charpentier e Jennifer A. Doudna, pela descoberta da chamada tesoura genética CRISPR/Cas9.

    Mais:

    David Julius e Ardem Patapoutian recebem Prêmio Nobel de fisiologia ou medicina de 2021
    Fósseis de possível Titanossauro são encontrados em rodovia no interior de São Paulo (FOTOS)
    Usando tecnologias 3D, arqueólogos acreditam ter descoberto verdadeira localização da Arca de Noé
    Cientistas: 'erupção de raios gama' há 13,4 bilhões de anos é na verdade foguete russo
    Tags:
    química, Prêmio Nobel, Academia Real de Ciências da Suécia, ciência, descoberta, cientistas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar