21:20 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1211
    Nos siga no

    O brasileiro José Luís Pereira observava Júpiter quando, de repente, registrou um breve brilho próximo da linha equatorial do planeta.

    Com um telescópio simples, um astrônomo amador brasileiro conseguiu captar o momento em que um objeto desconhecido, possivelmente um pequeno asteroide, colidiu com o planeta gasoso.

    No dia 13 de setembro, José Luís Pereira estava fazendo observações de nosso Sistema Solar quando registrou um clarão brilhante em Júpiter.

    "Quando os planetas Júpiter, Saturno e Marte estão em oposição, tento fazer imagens em todas as noites de céu limpo, especialmente do planeta Júpiter, meu favorito", afirmou ao portal Space.

    Apesar das condições climáticas desfavoráveis, José Pereira persistiu e registrou uma série de 25 vídeos de Júpiter, sem interrupções. Logo no início, havia notado o clarão, porém não prestou atenção.

    Somente no dia seguinte, depois de analisar os dados com um programa especial, este o alertou que havia uma alta probabilidade de ter captado uma colisão. Logo depois, enviou a informação ao Marc Delcroix, da Sociedade Astronômica Francesa, que confirmou o impacto.

    No vídeo, é possível observar como uma mancha branca se forma por um curto período de tempo na linha equatorial do planeta.

    "Para mim foi um momento muito emocionante, já que estava tentando registrar um evento como este durante muitos anos", assegurou.

    Apesar de a natureza do objeto que colidiu com Júpiter não estar clara, alguns astrônomos acreditam que tenha sido um meteorito.

    O astrofotógrafo Damian Peach também publicou uma foto de Júpiter, captada uma hora depois de ser atingido, e não há evidências de qualquer "cicatriz", fato que faz com que os especialistas acreditem que a rocha não seria suficientemente grande para alcançar a atmosfera mais profunda.

    Mais:

    Astrônomos revelam que pode haver vida nas nuvens de Júpiter
    Cientistas resolvem mistérios das auroras polares de raios X em Júpiter (VÍDEO)
    Sonda da NASA capta imagens mais aproximadas, em 20 anos, do maior satélite de Júpiter (FOTOS)
    Tags:
    Júpiter, astrônomo, planeta, colisão, asteroide, brilho
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar