19:24 16 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 51
    Nos siga no

    Pesquisadores que trabalham no sítio arqueológico de Arslantepe, de 7.000 anos de idade e localizado na província de Malataya, no leste da Turquia, estão rastreando as procedências de antigas impressões de selos, descobertas durante escavações, em uma tentativa de compreender as origens da burocracia.

    Enquanto as escavações no local continuam a todo vapor, está sendo conduzida uma análise de 250 impressões de selos encontradas anteriormente em um templo na área de aproximadamente 5.620 anos.

    Marcella Frangipane, professora de arqueologia da Universidade de Roma La Sapienza e que liderou as escavações no monte durante 30 anos antes de se aposentar, disse à agência Anadolu que durante os trabalhos no local do palácio de tijolo de barro, conhecido como o primeiro palácio real no mundo, foram encontradas cerca de 5.000 impressões de selo.

    "Alguns anos atrás encontramos um templo. Esse templo é mais antigo que o palácio e remonta a 3.600 a.C.", afirmou ela, destacando que no interior do templo foram descobertas 250 impressões de selos.

    "Agora sabemos que a burocracia começou antes [da construção] do palácio. Durante os tempos do palácio era mais sofisticada. Isso é muito importante", notou a arqueóloga.

    "Encontramos selos com leões, cobras e figuras humanas. Existem diferentes padrões. Estamos analisando o que as pessoas selavam com estes objetos – vasos, sacos, cestos e portas," explicou.

    No entanto não havia selos nas portas do templo, mas os portões fechados do palácio eram selados provavelmente por razões de segurança.

    Isso significa que havia um sistema de controle no palácio protegendo os armazéns que se encontravam dentro dele.

    Recentemente, na Turquia cientistas descobriram o túmulo de um homem enterrado com quatro cavalos, uma ovelha e um cão no antigo castelo de Cavustepe, perto da cidade de Van, no leste do país.

    Mais:

    Fóssil de 43 milhões de anos encontrado no Egito revela baleia com 4 patas
    Arqueólogos descobrem no Egito vestígios de subúrbio residencial e comercial de Alexandria (FOTOS)
    Pesquisadores encontram restos mortais de mulher de 7 mil anos que revelam fatos chocantes
    Tags:
    arqueologia, Turquia, civilizações antigas, sítio arqueológico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar