19:31 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 100
    Nos siga no

    Uma equipe internacional de pesquisadores descobriu que a partir do centro de nossa galáxia está sendo emitido regularmente um sinal de rádio.

    Apesar da descoberta, ainda não se sabe com precisão que tipo de objeto cósmico está originando este sinal de rádio.

    O sinal, denominado ASKAP J173608.2-321635, foi detectado seis vezes entre janeiro e setembro de 2020. Após isso, passou por um período de total inatividade e voltou a surgir no dia 7 de fevereiro de 2021.

    Em um estudo sobre a descoberta, publicado na revista The Astrophysical Journal, os astrônomos explicam que se trata de "uma fonte de rádio altamente polarizada, altamente variável e de espectro inclinado".

    O sinal é variável porque as ondas eletromagnéticas que emite não seguem um padrão de tempo específico, e é muito polarizada porque a orientação da oscilação da onda está torcida, tanto em linha como em círculo.

    O ASKAP J173608.2-321635 foi descoberto utilizando o Pathfinder da Austrália (ASKAP, na sigla em inglês), um radiotelescópio projetado para analisar o magnetismo cósmico, mapear buracos negros e explorar as origens das galáxias.

    "O ASKAP J173608.2-321635 pode representar parte de uma nova classe de objetos que estão sendo descobertos através de estudos de imagens de rádio", afirmam os pesquisadores.

    A fonte do sinal, segundo os astrônomos, é desconhecida. Foram descartados diversos tipos de estrelas, como as que brilham com determinada frequência, as binárias próximas com cromosferas ativas ou as que se ofuscam entre si devido à não detecção em comprimentos de onda de raios X e infravermelhos próximos.

    Tampouco é provável que se trate de um pulsar, um tipo de estrela de nêutrons que possui uma periodicidade regular.

    Ainda assim, o ASKAP J173608.2-321635 compartilha algumas propriedades com os Sinais Transitórios de Rádio do Centro Galáctico (GCRT, na sigla em inglês), um tipo de sinal que foi identificado na década de 2000 e que também é emitido a partir do centro da Via Láctea.

    "Aumentar a cadência da pesquisa e comparar os resultados desta busca com outras regiões nos ajudará a compreender o quão verdadeiramente único é o ASKAP J173608.2-321635 e se está relacionado com o plano galáctico, o que em última instância deveria nos ajudar a deduzir sua natureza", concluíram os astrônomos.

    Mais:

    Observatório na China encontra 'universo de energia ultra-alta' na Via Láctea
    NASA divulga nova IMAGEM impressionante do 'centro' da Via Láctea
    Astrônomos descobrem galáxia gêmea da Via Láctea a 320 milhões de anos-luz da Terra (FOTO)
    Tags:
    Via Láctea, sinal, rádio, estudo, estudos, astrônomo, estrelas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar