20:04 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    242
    Nos siga no

    A missão da agência espacial norte-americana conseguiu fotos de uma amostra de rocha tirada em um monte com material duro, depois de uma tentativa falha no início de agosto.

    O rover Perseverance da NASA coletou uma primeira amostra de rocha de Marte, comunicou na quinta-feira (2) a agência espacial norte-americana.

    Imagem do Mastcam-Z mostra uma amostra de rocha de Marte dentro de tubo de amostra em 1º de setembro de 2021 (o 190º sol, ou dia marciano, da missão), logo após operação de perfuração, mas antes de uma operação que vibra a broca e o tubo para limpar o lábio do tubo de qualquer material residual
    Imagem do Mastcam-Z mostra uma amostra de rocha de Marte dentro de tubo de amostra em 1º de setembro de 2021 (o 190º sol, ou dia marciano, da missão), logo após operação de perfuração, mas antes de uma operação que vibra a broca e o tubo para limpar o lábio do tubo de qualquer material residual

    O Perseverance, um robô de seis rodas em forma de automóvel, recolheu a amostra em um monte chamado Citadelle, onde as rochas pareciam duras o suficiente para resistir à erosão do vento e assim se manterem inteiras após a perfuração, diz a NASA.

    Para isso, na quarta-feira (1º) o robô raspou um centímetro do topo do cume e perfurou com a broca percussiva no final de seu braço robótico de 2,1 m, com imagens revelando uma amostra intata no tubo. Em seguida o rover vibrou a broca e o tubo com a amostra para limpar o material do rebordo do tubo, mas isso fez a amostra cair no fundo do tubo, o que a tornou invisível em fotos posteriores tiradas a seguir à ação.

    É planejado que a máquina tire fotos com melhor iluminação na sexta-feira (3) e as envie à Terra no sábado (4). Se essas imagens confirmarem que o tubo ainda contém a amostra intacta, ele será selado e armazenado, referiram funcionários do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL, sigla em inglês) da NASA na Califórnia, EUA.

    Composto de duas imagens obtidas por uma das câmeras de navegação do rover Perseverance da NASA mostra o buraco perfurado durante sua segunda tentativa de coleta de amostras. As imagens, tiradas em 1º de setembro de 2021 (no 190º sol, ou dia marciano, da missão) na unidade geológica Cratera de Piso Fraturado Rugoso na Cratera Jezero de Marte. A equipe de pesquisa apelidou a rocha de Rochette e o local na rocha onde a amostra foi obtida de Montdenier
    Composto de duas imagens obtidas por uma das câmeras de navegação do rover Perseverance da NASA mostra o buraco perfurado durante sua segunda tentativa de coleta de amostras. As imagens, tiradas em 1º de setembro de 2021 (no 190º sol, ou dia marciano, da missão) na unidade geológica Cratera de Piso Fraturado Rugoso na Cratera Jezero de Marte. A equipe de pesquisa apelidou a rocha de Rochette e o local na rocha onde a amostra foi obtida de Montdenier

    "O projeto já faturou sua primeira rocha do núcleo, e isso é uma conquista fenomenal […] Fizemos o que viemos fazer", segundo Jennifer Trosper, gerente do projeto Perseverance.

    Tratou-se da segunda tentativa de recolher uma amostra por parte da Perseverance, que aterrissou em Marte em 18 de fevereiro, depois de obter uma rocha surpreendentemente macia em 5 de agosto, que se desfez em pedaços antes de ser colocada no tubo designado.

    Imagem do Mastcam-Z mostra a broca do rover Perseverance sem amostra de rocha corroída evidente no tubo de amostra. A imagem foi tirada em 1º de setembro de 2021 (o 190º sol, ou dia marciano, da missão) após a perfuração e uma operação de limpeza para limpar o lábio do tubo de amostra de qualquer material residual
    Imagem do Mastcam-Z mostra a broca do rover Perseverance sem amostra de rocha corroída evidente no tubo de amostra. A imagem foi tirada em 1º de setembro de 2021 (o 190º sol, ou dia marciano, da missão) após a perfuração e uma operação de limpeza para limpar o lábio do tubo de amostra de qualquer material residual

    O objetivo do robô é descobrir sinais de vida, além de coletar e guardar dezenas de amostras do Planeta Vermelho. Neste momento ele carrega 43 tubos de amostras, e os membros da equipe disseram que pretendem encher pelo menos 20 deles antes que a missão seja concluída. Cada amostra será um núcleo cilíndrico de 1,3 cm de largura por 6 cm de comprimento.

    Mais:

    NASA revela mistério das amostras perdidas de Marte
    Em Marte, um robô fotografa outro: helicóptero Ingenuity captura rover Perseverance em ação (FOTO)
    Helicóptero Ingenuity da NASA registra 1ª FOTO nítida do rover Perseverance em Marte
    Tags:
    Marte, Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), NASA, Califórnia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar