23:19 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Mundo lidando com COVID-19 em meados de agosto de 2021 (17)
    180
    Nos siga no

    A combinação das vacinas AstraZeneca e Sputnik Light contra a COVID-19 mostrou altos níveis de imunidade de acordo com dados preliminares do RDIF.

    Dados obtidos durante um ensaio clínico no Azerbaijão envolvendo a combinação dos imunizantes AstraZeneca e da russa Sputnik Light contra a COVID-19 foram divulgados nesta sexta-feira (19) e mostraram alta eficácia, disse o Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF, na sigla em inglês).

    "Os ensaios clínicos no Azerbaijão começaram em fevereiro de 2021 […] Os dados preliminares dos primeiros 20 participantes mostram anticorpos para a proteína spike do vírus SARS-CoV-2 (proteína S) eliciados em 100% dos casos", divulgaram.

    Segundo o RDIF, "a análise provisória dos dados já havia demonstrado anteriormente um perfil de alta segurança para o uso combinado das vacinas sem efeitos adversos graves ou casos de infecção por coronavírus após a vacinação", disse o RDIF em um comunicado à imprensa.

    Um memorando de cooperação entre o desenvolvedor da Sputnik V, o Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, a AstraZeneca, o RDIF e a R-Pharm foi assinado em dezembro de 2020.

    Em Moscou, na Rússia, uma pesquisadora trabalha em um laboratório do Centro Gamaleya, responsável pelo desenvolvimento da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19, em 14 de agosto de 2020
    © Sputnik / Vladimir Pesnya
    Em Moscou, na Rússia, uma pesquisadora trabalha em um laboratório do Centro Gamaleya, responsável pelo desenvolvimento da vacina russa Sputnik V contra a COVID-19, em 14 de agosto de 2020

    O documento pressupõe cooperação no desenvolvimento e implementação de um programa de pesquisa clínica para avaliar o uso combinado de um dos componentes da vacina Sputnik V e um dos componentes da vacina AZD1222, desenvolvida pela AstraZeneca em cooperação com a Universidade de Oxford.

    Tema:
    Mundo lidando com COVID-19 em meados de agosto de 2021 (17)

    Mais:

    Fundo Russo de Investimentos Diretos propõe à Pfizer estudo conjunto com Sputnik Light para 3ª dose
    Fabricante da Sputnik Light revela eficácia da combinação da vacina russa com Pfizer contra Delta
    Com mais de 320 mil vacinados, Sputnik Light mostra eficácia de 93,5% no Paraguai
    Tags:
    Sputnik V, vacina, COVID-19, testes, proteção, imunidade, Azerbaijão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar