12:12 26 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 92
    Nos siga no

    Os especialistas começaram a escavar na ilha de Arran no último domingo (16) para descobrir se os monumentos cursus já existiram por lá, depois de pistas obtidas por uma varredura aérea a laser.

    Arqueólogos encontraram em Drumadoon, na Ilha de Arran, na Escócia, um possível local para rituais em grande escala, onde pessoas podem ter se reunido cerca de 5 mil anos atrás em incríveis "shows cerimoniais". O projeto de escavação teve início no último domingo (16) depois que uma varredura aérea a laser apontou para a existência de um enorme monumento antigo cursus no local.

    Os monumentos cursus eram tipicamente formados por dois montes paralelos de terra, ou postes de madeira nos primeiros casos, que se estendiam por cerca de 800 metros em Drumadoon. Os pesquisadores estimam que os mais antigos remontam a 3800 a.C.

    Acredita-se que os monumentos tenham sido usados para procissões, possivelmente ligadas à homenagem aos mortos. Especialistas disseram que o sítio encontrado em Drumadoon pode ter sido usado como um ponto de observação para o círculo de pedra Machrie Moor.

    Ótimo começo para a Northlight Heritage e a arqueologia da Universidade de Glasgow. Avaliação do possível monumento cursus do Neolítico na ilha de Arran.

    Cada um dos dois bancos de terra em Drumadoon tem cerca de sete a oito metros de largura, cerca de meio metro de altura e teriam criado uma "rota enorme" em toda a paisagem. Evidências de antigos monumentos cursus de madeira no local também estão sendo investigadas.

    ​Dia 2 nos cursus de Drumadoon, encontramos uma pedra espalhada cobrindo o lado interno do banco. Provavelmente muito mais tarde, então temos a estratigrafia!

    "Os monumentos cursus pareciam unir as pessoas em um grande projeto de trabalho, onde as pessoas estavam cavando com paus e usando ferramentas de osso. Eles teriam levado anos para serem construídos", contou dr. Brophy envolvido nas investigações ao The Scotsman.

    Os pesquisadores acreditam que os monumentos podem ter sido usados como algum tipo de espaço para cerimônia em homenagem aos mortos. O dr. Brophy disse que a confirmação de monumentos cursus no local torna "uma das paisagens sagradas mais significativas do povo Neolítico".

    Também trabalhando nas escavações está o dr. Gavin MacGregor, diretor da fundação escocesa ligada à patrimônios da humanidade Northlight Heritage, e ele disse que "Arran tem uma concentração impressionante de monumentos Neolíticos".

    Mais:

    Arqueólogos afirmam ter descoberto verdadeiro Cavalo de Troia na Turquia
    Arqueólogo descobre buquês de flores milenares em base de templo em antiga cidade do México (FOTO)
    Arqueólogos revelam maior ídolo de madeira já encontrado na Irlanda (FOTOS)
    Tags:
    Escócia, arqueologia, ilha, sítio arqueológico, monumento, cerimônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar