23:03 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Durante escavações em Parion, uma cidade antiga importante perto do povoado de Kemer, na província turca de Canakkale, foi encontrada uma estela funerária de 1.900 anos.

    Desde então, o trabalho arqueológico não tem parado em Parion, desvendando cerca de 2.700 anos de história da região ao longo de 12 meses de escavações apoiadas pelo Ministério da Cultura e do Turismo da Turquia.

    Professor Vedat Keles, do Departamento de Arqueologia da Universidade de Ondokuz Mayiz e o chefe das escavações na cidade em estudo, disse que eles descobriram um túmulo de enorme importância, chamando-o de "Túmulo Mausoleu-6", relata o jornal Daily Sabah.

    Na verdade, o início de tamanha descoberta arqueológica deu-se em 2004, quando a equipe de Keles estava limpando a área, que foi afetada pela construção da escola primária da aldeia de Kemer, e acabou desenterrando uma câmara funerária.

    As primeiras avaliações apontam que o túmulo em causa tenha, pelo menos, 1.900 anos de idade.

    Arqueólogos desenterram tesouro de 1.900 anos na antiga cidade de Parion, na Turquia

    A estela, com área de um metro quadrado, é uma das melhores descobertas na região nos últimos tempos, segundo Keles.

    O professor descreveu o aspecto da descoberta: "Existem duas figuras principais na estela. Enquanto a primeira é uma mulher sentada do lado esquerdo, a outra é uma figura masculina deitada ao lado dela". Contudo, Keles também notou que a pedra tumular também representa figuras dos servos: "De acordo com este esquema geral, no lado esquerdo da estela são retratados a dona do túmulo, seus pertences e sua serva, enquanto no lado direito dela são retratados o dono do túmulo, seus pertences e servos", disse citado pela mídia.

    O chefe das escavações explicou que existe uma inscrição em latim na parte inferior da estela fúnebre, e que, de acordo com as primeiras análises epigráficas, a inscrição inclui uma descrição que significa: "Lucius Furnius Lesbonax, que foi libertado por Lucius, mandou construir esta estela funerária para ele e sua esposa, Furnia Sympnerusa".

    Mais:

    Descoberta de fóssil de cérebro intacto de 310 milhões de anos comprovaria que Darwin estava errado
    Faca de cabo e cinzel com punho de osso da Idade do Bronze são descobertos no Cazaquistão (FOTOS)
    Monumento mais antigo que Stonehenge é encontrado na Ucrânia (FOTOS)
    Tags:
    Turquia, arqueologia, descoberta, História, cidade antiga
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar