04:21 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 20
    Nos siga no

    A cidade do Império Inca Machu Picchu, no sul do Peru, foi construída e povoada décadas antes do que se acreditava anteriormente, segundo novas datações por radiocarbono de restos humanos encontrados no sítio arqueológico.

    Os cientistas examinaram restos mortais de 26 pessoas, que supostamente eram servos, para determinar quando Machu Picchu foi construída. Os restos foram encontrados em três cemitérios durante expedições.

    Os resultados da espectrometria de massas com aceleradores mostraram que a cidade foi povoada de pelo menos 1420 até 1530, duas décadas antes do que se acreditava, conforme o estudo publicado na revista Antiquity.

    Novos dados sugerem que o imperador inca Pachacuti chegou ao poder e começou a conquistar as regiões vizinhas antes disso.

    A montanha de Huayna Picchu, no Peru, oferece uma trilha para contemplar de cima (mais de 360 m) o famoso santuário de Machu Picchu.
    © CC BY-SA 3.0 / Martin St-Amant / Machu Picchu (Cropped photo)
    A montanha de Huayna Picchu, no Peru, oferece uma trilha para contemplar de cima (mais de 360 m) o famoso santuário de Machu Picchu.

    Os relatos históricos, compilados após a conquista espanhola no século XVI pelos governadores espanhóis na região, sugeriam que a cidade foi fundada entre 1440 e 1450. Os novos dados contestam o uso dos registros históricos das forças coloniais, escreveram os pesquisadores.

    "Os métodos modernos de radiocarbono fornecem uma base melhor para o entendimento da cronologia dos incas do que os registros históricos contraditórios", afirmou o chefe do estudo Richard Burger, arqueólogo e antropólogo da Universidade de Yale, EUA.

    A cidade de Machu Picchu fica a uma altura de 2.430 metros na Cordilheira Central dos Andes peruanos. Foi abandonada nos anos 1530 após a invasão espanhola. O professor norte-americano Hiram Bingham da Universidade de Yale redescobriu e apresentou ao mundo Machu Picchu em 1911.

    Os arqueólogos consideram que a cidade foi fundada pelo imperador Pachacuti, o governante hereditário nascido em Cusco, a capital do Império Inca.

    Mais:

    Cientistas revelam novos dados sobre neandertais e denisovanos após analise sanguínea
    Cientistas da NASA revelam que sombras de rochas na Lua podem esconder água
    Cientistas descobrem planta que ajudaria no tratamento da COVID-19
    Depósito completo de armas romanas de mais de 2.100 anos é descoberto em ilha espanhola (FOTOS)
    Tags:
    peru, arqueologia, cientistas, cemitério, túmulo, análise
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar