12:23 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    A piscina da Idade do Bronze descoberta no vale do rio Pó em 2004 foi construída no século XV a.C., segundo arqueólogos.

    Um grupo internacional de cientistas datou com precisão uma enigmática estrutura de madeira encontrada na comuna italiana de Noceto, no vale do rio Pó, segundo o arqueólogo Sturt Manning, da Universidade Cornell em Nova York, citado pelo portal LiveScience.

    A construção, que mede 12 metros de comprimento, sete de largura e três de profundidade, foi encontrada em 2004, e trata-se de uma piscina escavada em uma colina e revestida com carvalho, olmo e nogueira, formando tanques sobrepostos. No fundo, havia diversos objetos de cerâmica e madeira.

    Estrutura de madeira encontrada durante escavação no norte da Itália
    © Foto / Cremaschi et al. / (foto editada)
    Estrutura de madeira encontrada durante escavação no norte da Itália

    De acordo com o estudo de Manning e seus colegas, da Itália e dos EUA, publicado na revista PLOS ONE, as camadas de sedimento indicam que antes continha água, e por isso, foi denominada de "Vasca votiva" (banheira ritual).

    Em relação à datação, os pesquisadores avaliaram que foi construída entre aproximadamente 1440 e 1428 a.C., ou seja, 15 séculos antes de Cristo.

    Para obter dados mais precisos, os cientistas combinaram a datação por radiocarbono (uma tecnologia amplamente utilizada em arqueologia, que no entanto envolve uma variação de datas que se intensifica à medida que a idade dos restos aumenta), com a baseada na dendrocronologia, que se baseia na análise dos anéis de árvores, cuja grossura depende das condições climáticas em cada ano. Desta forma, é possível estabelecer as datas com grande precisão.

    Estrutura de madeira encontrada durante escavação no norte da Itália
    © Foto / Cremaschi et al. / (foto editada)
    Estrutura de madeira encontrada durante escavação no norte da Itália

    Comparando ambas as abordagens, os arqueólogos estabeleceram que o tanque superior foi construído entre 1436 e 1428 a.C. e o inferior, entre 1448 e 1440 a.C.

    Portanto, a estrutura existiu no período de fortes mudanças sociais e culturais nas sociedades da Idade do Bronze do Norte da Itália, opinam os pesquisadores.

    Em particular, ao final do século XV a.C., durante a cultura Terramare, que era dominante na região, há mudanças na estrutura de seus assentamentos e começa sendo usada a cremação como prática funerária.

    Alguns itens de madeira depositados no fundo do tanque em Noceto, Itália
    © Foto / Cremaschi et al. / (foto editada)
    Alguns itens de madeira depositados no fundo do tanque em Noceto, Itália

    Com relação às funções da "piscina", o especialista considera que não era simplesmente um tanque de irrigação, mas que era utilizada em rituais associados com a água e o tempo.

    "Era como uma piscina infinita, em certo sentido, pois estava no topo de uma colina, se você estivesse parado próximo dela, olhando para dentro dela, veria através da água, e veria também algumas das cerâmicas e outros objetos que foram depositados cuidadosamente nela. Porém, também observaria o céu e as nuvens sobre você; é difícil não pensar que isso poderia ter algo a ver com a chuva e coisas assim", observou.

    Mais:

    'Único': arqueólogos encontram restos mortais de mulher de 2 mil anos em cama de madeira (FOTO)
    Arqueólogos descobrem restos de 9 neandertais em caverna perto de Roma (FOTOS, VÍDEO)
    Arqueólogos desenterram 250 túmulos do Egito Antigo escavados na montanha (FOTOS)
    Tags:
    piscina, Itália, descoberta, ritual
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar