14:19 04 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 70
    Nos siga no

    Segundo arqueólogos, o túmulo data do período do Império Bizantino, época em que a região vivia seu auge.

    Durante escavações na antiga cidade de Perre, localizada no sudeste da província de Adiyaman, um esqueleto humano, que os arqueólogos pensam ter 1.000 anos foi encontrado. Ao lado do esqueleto, também foi encontrada uma cerâmica, de acordo com o Daily Sabbath.

    ​Um esqueleto humano que se pensa ter 1.000 anos atrás foi encontrado durante as escavações da antiga cidade de Perre, localizada no sudeste da província de Adiyaman.

    Perre foi uma cidade de importância religiosa e geopolítica no período antigo. A beleza da água da cidade é mencionada nas antigas fontes romanas, e a fonte romana, por onde corre essa água, ainda está em uso. A cidade era usada como local de descanso de caravanas, viajantes e exércitos, segundo a mídia.

    "Encontramos uma estrutura de sepultamento interessante aqui. Esta estrutura funerária era cercada por pedras e um esqueleto masculino estava deitado de costas dentro dela. Além disso, uma cerâmica também foi encontrada perto do túmulo. Em nossas investigações, determinamos que o esqueleto pertence a mil anos atrás, ou seja, ao período bizantino", disse Mehmet Alkan, diretor do Museu Adiyaman, citado pela mídia.

    Os túmulos, que são as principais atrações de Perre até hoje, foram esculpidos em rochas e têm uma aparência única relacionada ao local.

    Tags:
    arqueologia, esqueleto, Turquia, descoberta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar