14:24 04 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Um detectorista de metais britânico desenterrou duas moedas raras que teriam pertencido a um homem rico e são datadas do século XIV, época quando a Peste Negra devastava o país.

    Ambas as moedas retratam o rei Eduardo III, que tentava introduzir a cunhagem de moedas de ouro na Inglaterra a partir de 1344.

    Uma das moedas descobertas – uma moeda com leopardo – foi considerada "falha", já que os custos de emissão eram elevados demais e o valor atribuído a ela sobrevalorizou ouro contra a prata, conforme o portal Live Science.

    Essa moeda é de 23 quilates, significando que é constituída por cerca de 96% de ouro puro. Além disso, a descoberta dela é particularmente notável, uma vez que muito poucas dessas moedas foram cunhadas e "quase nenhuma sobreviveu", disse à BBC a dra. Helen Geake.

    O rei tentava corrigir esses problemas monetários por meio de introdução de novas moedas de julho de 1344 a 1351, quando a outra moeda foi cunhada. Esta foi designada como "nobre de ouro" e pesa mais que o dobro da "leopardo".

    O detectorista encontrou ambas as moedas perto da cidade de Reepham, no condado de Norfolk, em outubro de 2019, mas apenas agora os arqueólogos terminaram sua avaliação.

    As moedas foram dobradas ao meio, mas ficaram em boas condições, com pequenos arranhões provavelmente causados pela atividade agrícola.

    Moeda medieval da época da Peste Negra vista de ângulos diferentes
    © CC BY 2.0 / Museu Britânico
    Moeda medieval da época da Peste Negra vista de ângulos diferentes

    A especialista também adicionou que quem possuía as duas moedas estava "no topo da sociedade": seu valor equivalia a US$ 16.700 (cerca de R$ 80 mil) em dinheiro de hoje.

    O novo achado mostra que as "leopardo" estiveram em circulação por mais tempo do que se pensava. Uma possibilidade para seu "reinado" inesperadamente longo é que a Peste Negra chegou à Inglaterra no final dos anos 1340, matando pelo menos um terço da população, explica Geake.

    "Normalmente, as autoridades gostariam de retirar [de circulação] uma moeda cancelada o mais rapidamente possível", mas a Peste Negra provavelmente deve os ter ocupado, adicionou.

    Mais:

    Moedas árabes do século XVII podem ajudar a desvendar mistério de famoso criminoso britânico (FOTOS)
    Rara moeda britânica do século XVII é encontrada nos EUA (FOTO)
    Tesouro de moedas carolíngias do século IX descoberto na Polônia (FOTO)
    Tags:
    Reino Unido, moedas, ouro, arqueologia, escavação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar