07:34 14 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    240
    Nos siga no

    As imagens obtidas por um astronauta francês a partir da Estação Internacional mostram um mundo estranho de tonalidade ocre, que lembra a orografia de Marte.

    O astronauta francês, Thomas Pesquet, da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), divulgou novas imagens do chamado "Olho do Saara", na África Ocidental, tiradas a mais de 400 quilômetros sobre a superfície da Terra a partir da Estação Espacial Internacional (EEI, na sigla em inglês).

    1 / 4
    Vista a partir do espaço da formação geológica conhecida como "Olho do Saara", localizada na África Ocidental

    Ao divulgar as imagens, o astronauta ressaltou a semelhança da formação com a superfície de Marte devido a sua cor avermelhada e alaranjada, bem como a profunda fenda representada em seu centro.

    "Não há nuvens, porém, as cores vermelho e ocre se estendem até o horizonte [...]. Pensei que estava orbitando Marte quando contemplei esta vista", afirmou Pesquet.

    A Estrutura de Richat, como o fenômeno é chamado oficialmente, tem aproximadamente 50 quilômetros de diâmetro e foi descoberta em 1965 pelos astronautas da NASA James McDivit e Edward White, durante a missão espacial Gemini 4.

    A hipótese inicial do surgimento desta enigmática formação geológica no centro de Mauritânia indicava o impacto de um meteorito que caiu na Terra há centenas de anos.

    No entanto, os estudos revelaram que a origem da estrutura é totalmente geológica, e que foi resultado da erosão ao longo de milhões de anos.

    Mais:

    Rover chinês Zhurong inicia exploração de Marte (FOTOS)
    VÍDEO captura rover Curiosity escalando Mont Mercou em Marte
    China divulga imagens de Marte tiradas pelo rover Zhurong (FOTOS)
    Tags:
    África, deserto, Terra, Marte, astronautas, astronauta, astrônomo, imagens
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar