06:18 14 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    COVID-19 no mundo em meados de maio (35)
    3400
    Nos siga no

    O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse nesta quarta-feira (12) que apoia a certificação da vacina russa Sputnik V pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

    Guterres afirmou ainda que o processo de aprovação do imunizante está em andamento.

    "Gostaríamos muito que a vacina Sputnik [V] fosse aprovada pela OMS. E eu sei que esse processo, o diálogo está acontecendo. Sou muito grato ao fato da Federação da Rússia ter tornado a Sputnik [V] disponível para os funcionários da ONU. E acreditamos que o Sputnik [V] é um dos elementos-chave para sermos capazes de enfrentar este desafio", afirmou Guterres após se encontrar com o chanceler russo, Sergei Lavrov.

    O ministro das Relações Exteriores, por sua vez, expressou a disposição da Rússia em cooperar com outros países na produção de vacinas contra a COVID-19.

    Uso em mais de 60 países

    Desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, a Sputnik V foi registrada na Rússia em agosto de 2020 e tem eficácia de 97,6%, segundo estudo realizado com quase quatro milhões de pessoas. 

    O imunizante, aplicado em duas doses, foi aprovado em 64 países, que somam uma população de mais de 3,2 bilhões de pessoas. 

    No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária não autorizou o uso emergencial da Sputnik V, alegando falhas nos documentos fornecidos sobre a vacina. 

    Tema:
    COVID-19 no mundo em meados de maio (35)

    Mais:

    Parlamentar do Mercosul: Sputnik V para Argentina é 'saída estratégica' da pandemia
    Estados do Nordeste apresentam novos documentos à Anvisa para tentar liberar Sputnik V
    Sputnik V: é falsa a alegação de que negociação com a Alemanha está 'morta', diz RFPI
    Tags:
    pandemia, novo coronavírus, COVID-19, António Guterres, ONU, OMS, vacina, Sputnik V
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar