16:58 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2132
    Nos siga no

    A descoberta ocorreu durante uma expedição que já encontrou 60 relíquias e sítios históricos de entre 25.000 e 35.000 anos.

    Uma equipe de arqueólogos encontrou centros de produção de ferro e fornos de fusão de minerais no distrito rural de Chahak, localizado na província de Yazd no centro do Irã, segundo o The Tehran Times.

    A descoberta ocorreu durante uma expedição liderada pelo arqueólogo iraniano Hossein Azizi sob a supervisão do Instituto de Pesquisa do Patrimônio Cultural e Turismo.

    Os especialistas descobriram ao todo 60 relíquias e sítios históricos, incluindo casas, castelos, aquedutos, tumbas e cemitérios.

    Os objetos encontrados mais antigos são datados dos tempos do Paleolítico Médio Tardio, há aproximadamente 25.000-35.000 anos.

    Relativamente ao ferro, os dados existentes apontam que sua fabricação ocorria na região durante o Primeiro Império Persa (550-330 a.C.), o mais extenso e duradouro dos impérios persas.

    No momento de seu apogeu, o império incluía territórios que atualmente fazem parte da Etiópia, Turquia, Irã, Iraque, Grécia, Rússia, entre outros países.

    Mais:

    Arqueólogos na Espanha desenterram mistérios de princesas bárbaras do século V (FOTOS)
    Arqueólogos revelam causas de morte comuns entre pessoas na Idade Média (FOTO)
    Arqueólogos podem ter descoberto a primeira moeda dos povos nativos da América do Norte (FOTO)
    Tags:
    histórias, história, ferro, arqueólogos, arqueólogo, arqueologia, descoberta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar