23:30 10 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 31
    Nos siga no

    Um anel de luto de ouro e cristal que se acredita ter conexões com o lorde de Man durante a Guerra Civil Inglesa foi descoberto com ajuda de detector de metais na Ilha de Man. Agora é tesouro nacional.

    Uma delicada peça estimada em pelo menos 350 anos foi descoberta em um campo ao sul da Ilha de Man, dependência autônoma da coroa britânica no mar da Irlanda. Trata-se de um anel de luto feito de ouro e cristal. A peça foi encontrada no final de dezembro, mas só agora foi oficialmente declarada tesouro.

    A joia rara, que remonta a meados de 1600, agora será exibida na galeria medieval do Museu Manx, na ilha. A curadora do Patrimônio Nacional de Manx, Allison Fox, disse que a peça, que é adornada com as letras JD ou ID, teria sido feita para "um indivíduo de alto status".

    ​Anel de ouro encontrado usando um detector de metais na Ilha de Man declarado tesouro.

    Estudiosos suspeitam que as inicias no anel podem referir-se ao sétimo conde de Derby e lorde de Man James Stanley, um defensor da causa monarquista durante a guerra civil. Na época de sua execução pelos parlamentares em 1651, ele havia adotado a assinatura J. Derby.

    O anel de ouro e cristal de 350 anos descoberto na Ilha de Man foi declarado tesouro nesta terça-feira, 20 de abril de 2021.  Encontrado em dezembro de 2020 pelo detector de metais Lee Morgan, a pela data de meados do século XVII e é um anel de luto do período Stuart
    O anel de ouro e cristal de 350 anos descoberto na Ilha de Man foi declarado tesouro nesta terça-feira, 20 de abril de 2021. Encontrado em dezembro de 2020 pelo detector de metais Lee Morgan, a pela data de meados do século XVII e é um anel de luto do período Stuart

    Após sua morte, sua esposa Charlotte estava determinada a garantir que seu nome não fosse esquecido. Anéis de luto, incluindo as iniciais da pessoa falecida, às vezes eram distribuídos em funerais.

    Artefatos encontrados na Ilha de Man que têm pelo menos 300 anos e contêm pelo menos 10% de metal precioso são classificados tesouros e devem ser relatados ao Patrimônio Nacional de Manx, dando direito ao descobridor, neste caso Lee Morgan, a receber uma compensação.

    Allison Fox disse à BBC que os achados relatados à organização deram "uma imensa contribuição para o nosso conhecimento da arqueologia e da história da Ilha de Man". O anel ficará em exposição no Museu Manx.

    Mais:

    Corrida por ouro: China aprova entrada recorde de grandes quantidades do metal
    Arqueólogos descobrem grande coleção de joias do Império Bizantino na Bulgária (FOTOS)
    Impressionante tesouro viking de mil anos é descoberto na ilha de Man (VÍDEO)
    Tags:
    guerra civil, metal, joias, rara, ilha, anel, tesouro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar