21:11 10 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    O novo réptil do período Jurássico, que habitava a Terra há 160 milhões de anos, possuía um polegar oposto que é extremamente raro entre os animais não mamíferos.

    Cientistas da China, Brasil, Reino Unido, Dinamarca e Japão, descreveram uma nova espécie de pterossauro do período Jurássico que habitava a Terra há 160 milhões de anos e podia subir em árvores devido ao seu polegar oposto, fato que nunca antes foi observado nesses animais, segundo o estudo publicado na revista Current Biology.

    Este réptil arbóreo é conhecido como Kunpengopterus antipollicatus e seus restos fósseis, encontrados na formação geológica de Tiaojishan, situada nas províncias chinesas de Hebei e Liaoning, indicam que era uma espécie pequena para sua época, pois a envergadura de suas asas era de cerca de 85 centímetros.

    Os pesquisadores destacaram que o animal apresenta o registro mais antigo conhecido de polegares opostos e é a primeira vez que esta característica é detectada neste grupo, sendo extremamente rara entre os não mamíferos.

    Representação artística do pterossauro Kunpengopterus antipollicatus
    © Foto / Chuang Zhao
    Representação artística do pterossauro Kunpengopterus antipollicatus

    Esta adaptação, sendo mais típica de primatas e algumas rãs, os ajudava a mover-se agilmente pelas árvores, por isso os cientistas nomearam este pterossauro de monodáctilo.

    Os dedos do réptil "são pequenos e parcialmente embutidos na placa", disse a coautora do estudo, Fion Waisum Ma. Usando microtomografia computorizada, os pesquisadores criaram os modelos digitais e determinaram como o polegar oposto se articulava com as outras falanges.

    Mais:

    Levou para cova? DNA revela parentesco entre bispo sueco do século XVII e feto em seu caixão (FOTOS)
    Pitada de genes neandertais: cientistas reconstroem o genoma mais antigo do homem europeu (FOTO)
    Nova espécie de serpente altamente venenosa é descoberta na China (FOTO)
    Tags:
    Terra, cientistas, mamíferos, animal, réptil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar