16:15 19 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    Equipe de biólogos afiliados a instituições alemãs e tchecas identificou nas montanhas do Parque Nacional de Bale, localizado no centro da Etiópia, uma nova espécie de camaleão endêmica.

    O camaleão descoberto pelos pesquisadores habita uma pequena parte do sistema montanhoso da Etiópia a mais de 2.500 metros acima do nível do mar. O réptil foi batizado de Trioceros wolfgangboehmei, em homenagem a Wolfgang Bohme, herpetologista-chefe do Museu de Pesquisa Zoológica Alexander Koenig, em Bonn, na Alemanha. Esta é a terceira espécie deste réptil detectada nas montanhas de Bale, área reconhecida pelo elevado número de espécies endêmicas que a habitam.

    Exemplares masculino e feminino preservados da nova espécime de camaleão encontrado na Etiópia. Morfologia da cabeça: Cabeça do lectótipo nas vistas esquerda (C.) e direita (D.) e do paralectótipo nas vistas esquerda (E.) e direita (F.). Barras de escala representam 1 cm
    Exemplares masculino e feminino preservados da nova espécime de camaleão encontrado na Etiópia. Morfologia da cabeça: Cabeça do lectótipo nas vistas esquerda (C.) e direita (D.) e do paralectótipo nas vistas esquerda (E.) e direita (F.). Barras de escala representam 1 cm

    Este novo espécime, detalhado pelos cientistas em pesquisa recém-publicada na revista científica Zoosystematics and Evolution, é distinguido por uma crista dorsal proeminente e bem desenvolvida formada por grandes escamas cônicas pontiagudas que se estendem até o meio da cauda, bem como por uma morfologia hemipeniana única incluindo cálices rasos com margens lisas no tronco.

    Novo espécime de camaleão Trioceros wolfgangboehmei descoberta na Etiópia. O réptil tem um padrão de solo bege com leves listras avermelhadas na região da cabeça ao redor da órbita
    Novo espécime de camaleão Trioceros wolfgangboehmei descoberta na Etiópia. O réptil tem um padrão de solo bege com leves listras avermelhadas na região da cabeça ao redor da órbita

    A cor de fundo do corpo da nova espécie foi descrita como amarelada, marrom ou mesmo verde brilhante, variando entre cada indivíduo. Da mesma forma, a maioria dos espécimes mostra uma mancha temporal branca proeminente na parte posterior perto dos olhos, e alguns espécimes têm uma faixa dorsolateral longitudinal branca brilhante ou ligeiramente laranja.

    Novo espécime de camaleão catalogado na Etiópia, o Trioceros wolfgangboehmei apresenta uma mancha temporal branca proeminente e uma faixa longitudinal dorsolateral
    Novo espécime de camaleão catalogado na Etiópia, o Trioceros wolfgangboehmei apresenta uma mancha temporal branca proeminente e uma faixa longitudinal dorsolateral

    Devido à sua pequena faixa de distribuição ecológica, limitada a um setor das montanhas de Bale em uma altitude muito acima do nível do mar, associada à transformação de seu habitat por atividades humanas, os acadêmicos estimam que as populações de Trioceros wolfgangboehmei estão ameaçadas. No entanto, ainda não há dados científicos que sustentem essa hipótese.

    "Dada a variação nos padrões de cores e morfologia entre diferentes populações desses camaleões na Etiópia, é provável que esses grupos continuem tendo uma diversidade oculta maior do que o esperado, o que poderia ser revelado por outras investigações em andamento", observou Thore Koppetsch, coautor da publicação.

    Mais:

    Nova espécie de morcego laranja e preto é descoberta na África Ocidental (FOTO)
    Vizinho de dinossauros: nova espécie extinta descoberta na Argentina
    Descoberta nova espécie de dinossauro que habitou a Ásia há 90 milhões de anos (FOTO)
    Descobrem na China nova espécie de réptil com 2 presas que viveu há 250 milhões de anos (FOTOS)
    Tags:
    biologia, espécies, Etiópia, descoberta, réptil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar