22:53 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    Durante uma série de pesquisas realizadas em Belize, foi descoberta uma rede de mais de 70 salinas, onde o sal era produzido em unidades padronizadas, o que poderia indicar sua utilização como moeda.

    Uma pesquisadora da Universidade de Louisiana, nos EUA, descobriu a evidência de que os antigos maias que viveram na região do atual Belize durante o Período Clássico mesoamericano, entre os anos 600 e 900 d.C., podem ter usado o sal como moeda de troca.

    Conforme Heather McKillop detalha em um artigo publicado recentemente na Journal of Anthropological Archaeology, desde que uma mina de sal foi encontrada em 2004 no sul do país centro-americano, mais de 70 construções feitas de madeira foram mapeadas, formando uma rede de instalações projetadas especificamente para obter sal a partir dos mangais da área.

    Impressão em 3D do pote padronizado para produção de sal
    Impressão em 3D do pote padronizado para produção de sal

    Durante as pesquisas, a equipe de arqueólogos que trabalhou com McKillop descobriu mais de quatro mil postes destas construções, constituídas por uma canoa submersa e uma ferramenta feita de jadeíta de alta qualidade.

    Além disso, foram encontrados vasos de cerâmica, bem como utensílios para produzir o sal.

    Cena do mural de Calakmul, na península de Iucatã, que mostra o primeiro registro conhecido do sal como moeda de transações em um mercado da região maia
    Cena do mural de Calakmul, na península de Iucatã, que mostra o primeiro registro conhecido do sal como moeda de transações em um mercado da região maia

    De acordo com a especialista, após alguns dos 449 recipientes cerâmicos encontrados na região terem sido reconstituídos em 3D, verificou-se que poderiam conter o mesmo volume de salmoura, o que indica a produção de unidades padronizadas de sal.

    "Produzido em unidades homogêneas, o sal pode ter sido utilizado como dinheiro nas transações comerciais" entre os antigos maias que habitaram esta região há mais de 1.100 anos, já que podia ser transportado com facilidade através da costa e dos rios, comentou a arqueóloga.

    O primeiro uso do sal como moeda de transações foi documentado em um mural encontrado em um sítio arqueológico de Calakmul, no estado mexicano de Campeche, no sul do país.

    O mural representava uma cena da vida cotidiana nos mercados dos povos maias que habitaram a península de Iucatã durante o Período Pré-Clássico, há aproximadamente 2.500 anos.

    Mais:

    Mais de 27 mil relíquias arqueológicas são apreendidas na casa de saqueador na França (FOTOS)
    Arqueólogos do Reino Unido descobrem características de um dos primeiros dinossauros (FOTO)
    Oficina de lamparinas de 1.700 anos resolve mistério arqueológico em Israel (FOTOS)
    Tags:
    povo maia, dinheiro, moeda, arqueólogos, arqueólogo, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar