01:04 06 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Anteriormente considerado lento e pesado, o predador anteossauro, de aproximadamente 260 milhões de anos, foi revelado sendo um assassino feroz, após recriarem seu crânio.

    Com um crânio gigante, dentes esmagadores e mandíbula poderosa, o anteossauro sem dúvidas foi um réptil pré-mamífero do continente africano há aproximadamente 260 milhões de anos.

    O carnívoro feroz tinha um tamanho parecido com o de um hipopótamo ou rinoceronte adulto, com uma cauda grossa de crocodilo, segundo o portal Live Science.

    De acordo com um novo estudo, os anteossauros eram rápidos e podiam rastrear e matar sua presa de maneira eficiente.

    A espécie pertence ao grupo de cinocéfalos, répteis parecidos com mamíferos que antecedem os dinossauros. Eles prosperaram e morreram há aproximadamente 30 milhões de anos antes da existência do primeiro dinossauro.

    O crânio estudado foi encontrado com grandes protuberâncias sobre os olhos e uma grande crista na parte superior do focinho, que, além de longos caninos, fazia com que seu crânio parecesse o de uma criatura feroz.

    "Apesar de os anteossauros terem vivido 200 milhões de anos antes do famoso tiranossauro, eles definitivamente não eram uma criatura 'primitiva', e eram uma poderosa máquina de matar pré-histórica", afirmou Julien Benoit, do Instituto de Estudos Evolutivos da Universidade de Witwatersrand.

    Mais:

    Fóssil de psitacossauro mostra como dinossauros faziam necessidades e copulavam (FOTO)
    Restos de dinossauros de 140 milhões de anos são descobertos na Argentina (FOTOS)
    Fósseis de dinossauro na Argentina poderiam pertencer ao maior animal da história da Terra (VÍDEO)
    Tags:
    dinossauro, descoberta, história, pré-histórico, réptil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar