04:06 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de março de 2021 (94)
    1191
    Nos siga no

    No ar do canal de televisão Rossiya 1, o médico e apresentador Aleksandr Myasnikov revelou fator importante que determina maiores riscos de os homens serem infectados pelo coronavírus.

    O especialista russo explica que o patógeno da COVID-19 invade o organismo humano através de receptores especiais de enzimas conversoras da angiotensina (ECA) nos pulmões.

    "Homens possuem mais destes [receptores] do que as mulheres, e quem tem mais receptores tem mais chances de ser infectado com coronavírus e pneumonia", disse Myasnikov.

    É por isso que, de acordo com a estatística, as mulheres são infectadas pelo coronavírus com menor frequência em comparação com os homens, concluiu o especialista. Além disso, ele adicionou que estes receptores quase não existem nas crianças, o que explica a razão por que elas raramente sofrem de infecção pelo SARS-CoV-2.

    Imagem de microscópio eletrônico de transmissão do SARS-CoV-2, também conhecido como novo coronavírus, o vírus que causa a doença COVID-19, isolado de um paciente nos EUA, sem data
    © REUTERS / Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos EUA-Laboratórios Rocky Mountain dos EUA
    Imagem de microscópio eletrônico de transmissão do SARS-CoV-2, também conhecido como novo coronavírus, o vírus que causa a doença COVID-19, isolado de um paciente nos EUA, sem data

    Entretanto, o médico notou que a quantidade de receptores da ECA se diferencia em representantes das diferentes raças. Assim, as raças negra e asiática possuem um número maior deles do que a raça europeia, por isso, os representantes das primeiras duas sofrem de COVID-19 mais vezes e de forma mais grave, de acordo com ele.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo no início de março de 2021 (94)

    Mais:

    Venezuela identifica casos de variante brasileira do coronavírus, anuncia Maduro
    União Europeia começa exame contínuo da vacina russa Sputnik V contra coronavírus
    Estudo brasileiro revela se infecção por mais de 1 coronavírus ao mesmo tempo seria mais grave
    Tags:
    COVID-19, novo coronavírus, médico, gênero
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar