05:00 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 170
    Nos siga no

    A descoberta de tumbas e artefatos antigos foi realizada na mesma região onde fica o conhecido Exército de Terracota, na província chinesa de Shaanxi. Arqueólogos trabalham na identificação de mais de 4.600 peças inéditas.

    As obras de construção das novas linhas de metrô da cidade de Xian, capital da província de Shaanxi, na China, têm revelado descobertas surpreendentes para a arqueologia e este ano não foi uma exceção. Milhares de itens arqueológicos foram encontrados em dois canteiros de obras da região.

    De acordo com o Departamento de Herança Cultural de Shaanxi, as descobertas foram feitas em um local de 76 hectares que será utilizado para uma extensão de aeroporto e uma linha de metrô de 80 quilômetros.

    1.574 relíquias culturais foram descobertas em um canteiro de obras de linha de metrô na cidade de Xian, noroeste da China, dos quais 1.356 túmulos antigos foram desenterrados. As relíquias estavam localizadas em uma área relativamente densa de tumbas das dinastias Sui e Tang (581-907).​

    Segundo arqueólogos, até agora já passam dos 4.600 itens encontrados, incluindo 3.500 tumbas, disse o departamento em comunicado em suas redes sociais. Ao longo de sua história, a cidade de Xian foi o lar de 13 dinastias e permaneceu sendo a capital da China antiga por um total de 1.100 anos. Desde que se tornou um centro de transportes e passou por um grande crescimento de infraestrutura, com a realização de obras, os cientistas têm feito inúmeras descobertas arqueológicas.

    "Em Xian, antes do início de qualquer projeto de construção, ou antes de o governo vender uma determinada parcela de terreno, é feito um levantamento arqueológico. Isso é raro na China", disse o vice-diretor do Instituto para a Preservação da Herança Cultural de Xian, Wang Zili, no comunicado oficial.
    Guerreiros de Terracota
    © CC0
    Guerreiros de Terracota

    Das mais conhecidas relíquias de Xian, está o mundialmente famoso Exército de Terracota, uma coleção de esculturas que retrata os soldados de Qin Shi Huang, o primeiro imperador da China. As clássicas esculturas datam aproximadamente do século III a.C.

    Mais:

    Encontradas tumbas de crianças da elite do Império Inca de 500 anos no Peru (FOTOS)
    Arqueóloga brasileira pode ter encontrado uma das primeiras mesquitas em Israel (FOTOS)
    Arqueólogos podem ter descoberto a primeira moeda dos povos nativos da América do Norte (FOTO)
    Inscrição em vaso de 1.840 anos revela tumba imperial na China (FOTOS)
    Tags:
    arqueologia, escavação, obras, metrô, tumbas, Guerreiros de Terracota, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar