20:21 20 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de fevereiro de 2021 (110)
    0 20
    Nos siga no

    O estudo de desafio em humanos envolverá até 90 voluntários adultos saudáveis que serão expostos à COVID-19 em um ambiente seguro e controlado.

    Um ensaio clínico vai expor deliberadamente voluntários saudáveis do Reino Unido ao SARS-CoV-2 como meio de desenvolver novas vacinas e tratamentos contra a COVID-19. A aprovação do órgão de ética de ensaios clínicos do Reino Unido foi anunciada nesta quarta-feira (17) pelo governo.

    "Esses estudos de desafio em humano serão realizados aqui no Reino Unido e ajudarão a acelerar o conhecimento dos cientistas sobre como o novo coronavírus afeta as pessoas e pode, eventualmente, promover o rápido desenvolvimento de vacinas", afirmou em comunicado Kwasi Kwarteng, ministro de Negócios britânico.

    O ensaio clínico envolverá até 90 voluntários adultos saudáveis, com idades entre 18 e 30 anos, que serão expostos à COVID-19 em um ambiente seguro e controlado. O teste inicial visa estabelecer a menor quantidade de vírus necessária para causar infecção, sondar a resposta imunológica do corpo e explorar como o vírus é transmitido de pessoa para pessoa, relata o comunicado.

    Partículas do vírus SARS-CoV-2, que causa a COVID-19, isoladas de um paciente nos EUA, saindo da superfície de células cultivadas em um laboratório, 2020
    © AP Photo / Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos EUA, Laboratórios Rocky Mountain
    Vista microscópica do SARS-CoV-2

    Os participantes serão monitorados de perto por médicos e cientistas 24 horas por dia após a exposição ao SARS-CoV-2. A nota à imprensa acrescenta que o vírus usado será a variante que circula no Reino Unido desde março de 2020, em vez de uma das novas cepas.

    "Estamos pedindo voluntários […] para se juntarem a este esforço de pesquisa e nos ajudar a entender como o vírus infecta as pessoas e como passa com tanto sucesso entre nós […]. Nosso objetivo final é estabelecer quais vacinas e tratamentos funcionam melhor para vencer esta doença, mas precisamos de voluntários para nos apoiar neste trabalho", destaca Chris Chiu, responsável pelo ensaio clínico.

    Os chamados estudos de desafio em humano têm sido usados para desenvolver tratamentos para doenças como malária e febre tifoide, e podem ajudar as empresas farmacêuticas a estabelecer qual vacina tem probabilidade de ter sucesso nos testes clínicos de fase 3, disse o governo. O Reino Unido já registrou 118.195 óbitos causados pela COVID-19 e 4.058.468 casos da doença.

    Tema:
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de fevereiro de 2021 (110)

    Mais:

    Estudo da Escócia afirma que protocolos contra a COVID-19 em bares não funcionam
    Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, é diagnosticado com COVID-19
    Brasil atinge 240.983 óbitos por COVID-19, segundo consórcio
    Anticorpos da COVID-19 protegem de reinfecção por pelo menos 9 meses, diz estudo sueco
    Tags:
    vacinação, vacina, testes, Reino Unido, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar