11:49 25 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 14
    Nos siga no

    Especialista em segurança cibernética alerta que a maioria dos usuários ainda não fez a modificação que é simples e evita o comprometimento dos perfis de usuários do WhatsApp.

    O especialista em segurança cibernética, Zak Doffman, reforçou uma maneira simples, porém pouco divulgada, de escapar de hackers em um dos aplicativos de conversa mais populares da atualidade, o WhatsApp, em entrevista concedida à Forbes, neste domingo (14).

    Doffman detalha que como WhatsApp só verifica a conta da primeira vez que o aplicativo é instalado no smartphone, quando código de seis dígitos é enviado via SMS, isto deixa a segurança do aplicativo baixa. Então se um hacker consegue este código, por meio de mecanismos de engenharia social, é possível inserir esse número e roubar sua conta, explica o especialista.

    Mas nem tudo está perdido, pois o WhatsApp oferece ferramentas para evitar roubo de conta. O usuário só precisa definir a própria senha de seis dígitos dentro do aplicativo, criando, assim, uma "dupla blindagem", o que dificulta a ação dos hackers já que vão necessitar da senha PIN pessoal, além do código enviado por SMS. Doffman explica que essa simples verificação não é obrigatória, e é por conta disso que os hackers aproveitam a situação e criam eles próprios senhas PIN nos perfis roubados.

    Mais motivos para ativar a 'dupla blindagem'

    Zak Doffman alertou que muitas pessoas ainda não alteraram suas configurações para a "blindagem dupla". Assim, em casos de invasão de contas sem esta alteração, o usuário precisa verificar novamente o WhatsApp no seu celular, introduzindo o seu número e o código SMS. A situação complica mais se a pessoa não souber a senha PIN. Nestes casos, pode ser necessário esperar sete dias para entrar novamente em seu perfil. Por isso a importância de ter a função de verificação em duas etapas ativada.

    Aplicativo de mensagens WhatsApp em tela de celular
    © AP Photo / Patrick Sison
    Aplicativo de mensagens WhatsApp em tela de celular

    O especialista tranquiliza, no entanto, que mesmo em caso de roubo de conta, o hacker não terá acesso às mensagens anteriores ou cópias de segurança, assim como todas as senhas e dados do seu telefone que permanecerão protegidos.

    Muitos são os casos que poderiam ser evitados com esta simples verificação. Doffman enfatiza que qualquer pessoa pode ser enganada se algum de seus contatos for hackeado, por isso é altamente recomendável que os usuários do WhatsApp fortaleçam a proteção de suas contas.

    Mais:

    WhatsApp adia implementação de nova política após polêmica do compartilhamento de dados com Facebook
    Números de telefone do WhatsApp filtram-se nas buscas do Google, diz especialista
    Telegram anuncia função que permite importar histórico de conversas do WhatsApp
    Especialista alerta por que você nunca deve usar esta configuração 'perigosa' do WhatsApp
    Tags:
    mensagem, hacker, aplicativo, aplicativos, ataque hacker, blindagem, WhatsApp
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar