14:53 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    Um osso de vaca com inscrições do século VII provou que as runas germânicas seriam a escrita mais antiga já utilizada pelos eslavos, declararam cientistas tchecos na quinta-feira (11).

    De acordo com o portal Phys.org, até hoje acreditava-se que o alfabeto eslavo mais antigo seria o glagolítico, inventado pelo monge bizantino São Cirilo no século IX. Contudo, uma equipe internacional de pesquisadores tchecos, suíços, austríacos e australianos provou que tal teoria estava, afinal, errada, ao analisar um osso de vaca descoberto em 2017.

    "A equipe descobriu que é a inscrição mais antiga encontrada entre eslavos", declarou Jiri Machacek, que liderou a pesquisa, da Universidade Masaryk em Brno.
    Osso de vaca com inscrição rúnica do século VII
    Osso de vaca com inscrição rúnica do século VII

    A equipe de cientistas fez testes genéticos e de radiocarbono para examinar o osso. "Estas análises sensíveis mostram que o osso provém de gado domesticado que viveu aproximadamente em 600 d.C.", afirmou Zuzana Hofmanova, membro da equipe e analista da Universidade de Friburgo, na Suíça.

    Teste de radiocarbono em fragmento de osso de vaca
    Teste de radiocarbono em fragmento de osso de vaca

    Robert Nedoma, da Universidade de Viena, identificou a inscrição como velho Futhark, utilizado pelos falantes de língua germânica na Europa Central entre os séculos II e VII. Este antigo alfabeto era composto por 24 caracteres, sendo que os últimos sete estariam escritos no osso analisado.

    "É provável que o osso, originalmente, conteria todo o alfabeto rúnico. Logo, não seria uma mensagem específica, mas antes uma ferramenta de ensino", deduziram os cientistas.

    Mais:

    Cemitério da elite e de escravos da época dos césares romanos é descoberto no Vaticano (FOTOS)
    Astrônomos amadores afirmam ter descoberto 2º asteroide 'satélite' da Terra
    Descobertas na Sicília ânforas milenares feitas especialmente para exportação de vinho (FOTO)
    Tags:
    osso, inscrição, História, descoberta, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar