08:04 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    181
    Nos siga no

    A concha foi encontrada na caverna de Marsoulas, pertencente à cultura magdaleniana da última Era Glacial, e produz um som similar ao de uma trompa.

    Carole Fritz, do Centro Nacional Francês de Pesquisa Científica, e Gilles Tosello, cientista do Centro de Pesquisa de Arte Pré-histórica de Toulouse, recuperaram o búzio marinho de 17.000 anos.

    A concha, que tem 31 centímetros de comprimento e 18 centímetros de largura, foi tocada com a ajuda de um músico especializado em instrumentos de sopro, produzindo o som de trompa em três notas diferentes.

    O estudo, publicado na revista Science Advances, dá pistas sobre uma dimensão musical antes desconhecida das sociedades europeias do Paleolítico.

    "Isto estabelece uma forte ligação entre a música tocada com a concha e as imagens e representações nas paredes", explicou Gilles Tosello da Universidade de Toulouse. "Ao que sabemos, esta é a primeira vez que podemos colocar em evidência a relação entre música e arte rupestre na pré-história europeia".

    "Este trabalho permite adicionar sons a uma época que conhecemos apenas através de imagens e objetos. Não temos qualquer informação sobre o idioma falado, cantos ou contexto acústico desta cultura", afirmou Tosello.

    "Com esta concha podemos escutar como soava este momento da história", enfatizou.

    ​Escute o som desta antiga concha encontrada em uma caverna, um instrumento musical de 17.000 anos. "É a primeira gravação do som produzido por uma concha do Paleolítico Superior", afirmou Fritz.

    O objeto foi descoberto pela primeira vez em 1931, contudo, naquela ocasião, seu descobridor pensou que o objeto era uma taça cerimonial e o guardou na coleção do Museu de História Nacional de Toulouse.

    Após 20 anos trabalhando na caverna para estudar a arte rupestre, Fritz e Tosello descobriram a serventia da concha.

    Através da fotometria, os cientistas analisaram o interior da concha, notando que havia nela um orifício adicional, que poderia ter sido utilizado para acomodar algum tipo de boquilha e cortes na outra extremidade, que serviriam para modular o som.

    De acordo com os cientistas, a concha também mostra a capacidade dos antigos humanos de transformar um objeto complexo em um instrumento de sopro.

    Mais:

    Arqueólogos do Reino Unido descobrem características de um dos primeiros dinossauros (FOTO)
    Arqueólogos revelam cruz 'sobrevivente' da Era Viking encontrada no Reino Unido (FOTO)
    Oficina de lamparinas de 1.700 anos resolve mistério arqueológico em Israel (FOTOS)
    Tags:
    caçadores, som, França, concha, história, descoberta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar