22:11 13 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de fevereiro de 2021 (110)
    2142
    Nos siga no

    Durante pesquisa serológica de grande escala, realizada em nações do Sudeste Asiáticos, foi descoberto alto nível de anticorpos neutralizantes em morcegos e pangolins desta região.

    Um grupo internacional de cientistas mostrou que os coronavírus ligados ao SARS-CoV-2 estão em morcegos e pangolins em China, Tailândia e Japão, segundo estudo publicado na revista Nature Communications.

    No estudo, os cientistas usaram um teste de neutralização do vírus substituto do SARS-CoV-2 (sVNT), desenvolvido na Escola Médica Duke-NUS no início de 2020, chamado cPass. O teste é usado para identificação de anticorpos no sangue humano, capazes de neutralizar o SARS-CoV-2.

    "Nossa pesquisa demostra que o teste de neutralização do vírus substituto do vírus SARS-CoV-2 também pode ser usado para monitorizar a origem do vírus em animais e efeitos colaterais em animais e humanos", disse o professor Lin-Fa Wang, que comandou o estudo.

    Os pesquisadores descobriram um alto nível de anticorpos neutralizantes contra o SARS-CoV-2 em morcegos Rhinolophus e pangolins, que habitam vários países do Sudeste Asiático.

    Nestes animais também foram encontrados muitos vírus da família SC2r-CoVs, embora o vírus SARS-CoV-2 não tivesse sido encontrado. Os cientistas concluíram que esta região é o lugar de origem de novos coronavírus.

    "Nossa pesquisa ampliou a propagação geográfica de coronavírus diferentes geneticamente, ligados ao SARS-CoV-2, de Japão e China a Tailândia em uma distância de 4.800 quilômetros", segundo coautor do estudo Chee Wah Tan.

    Tais estudos têm o significado crucial para entender os vírus ligados ao SARS-CoV-2 que existem na natureza e nos ajudam a se preparar para pandemias futuras, porque fornecem um mapa mais detalhado de zoonoses, de acordo com o doutor Patrick Casey.

    É preciso realizar um estudo transfronteiriço urgente de animais selvagens para identificar o vírus predecessor do SARS-CoV-2, advertiram os pesquisadores.

    Tema:
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de fevereiro de 2021 (110)

    Mais:

    Banco do BRICS libera R$ 5,4 bilhões ao Brasil para combate à COVID-19
    Freira de 116 anos, 2ª pessoa mais velha do mundo, se cura da COVID-19
    Cientistas preveem cenários de desenvolvimento da COVID-19 em 2021
    Prevendo colapso da COVID-19: projeto no Chile 'gere' UTIs em plena pandemia
    Imunologista destrói mito popular sobre formação de imunidade coletiva contra COVID-19
    Tags:
    anticorpos, vírus, morcego, pandemia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar