05:03 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 20
    Nos siga no

    Uma equipe de cientistas sugeriu que a rocha que estudaram pode ajudar a compreender melhor os ambientes dos antigos lagos em Marte.

    Embora os lagos ácidos não sejam o ambiente mais hospitaleiro, o novo estudo sugere que eles podem ter abrigado vida no passado remoto da Terra.

    De acordo com a equipe, liderada por Andrea Agangi, da Universidade Akita no Japão, as formas de vida antigas teriam conseguido se adaptar para sobreviver nestes lagos pouco depois de emergirem do mar.

    Esta conclusão foi tirada após a realização de uma análise geoquímica de rochas sedimentares, de aproximadamente três bilhões de anos, que foram encontradas na África do Sul.

    Enquanto a equipe estava concentrada em uma formação de rochas que se montou na era Mesoarqueana, consistindo principalmente de rochas vulcânicas, leitos peculiares de rochas sedimentares conhecidas como wonderstone, chamaram sua atenção.

    "A [wonderstone] é escura, quase preta, e macia. Você pode quebrá-la facilmente com uma faca", afirmou Agangi, à Inside Science.

    Sua coloração aparentemente vem de um "material rico em carbono" espalhado entre seus grãos.

    A equipe então descobriu "uma escassez da forma mais pesada do elemento, sugerindo que ele surgiu de coisas vivas".

    "É carbono que deve ter vindo de microrganismos mortos", explicou.

    Além disso, Agangi ressaltou que este carbono pode corresponder a algo semelhante a organismos produtores de metano que pertencem a microrganismos conhecidos como archaea, que têm grande capacidade de sobreviver em condições extremas.

    "Geralmente, pensaríamos que a acidez não é propícia para a vida [...] Mas ela filtrou os nutrientes das rochas vulcânicas, que eram necessários para a vida", citou.

    "Estas rochas e as antigas rochas de Marte vêm do mesmo período distante do início da história do Sistema Solar [...] Se a vida surgisse nos dois planetas ao mesmo tempo, eles teriam preservado aproximadamente os mesmos tipos de vida", concluiu Keyron Hickman-Lewis, geólogo do Museu de História Natural de Londres.

    Mais:

    Estudo revela que polos em Marte se afastam do eixo do planeta, tal como na Terra
    Ventos e correntes de jatos são encontrados na anã marrom mais próxima da Terra (FOTO, VÍDEO)
    Cientistas descobrem como produzir combustível de foguete em Marte para voltar à Terra
    Tags:
    Terra, vida, ácido, lago, estudo, descoberta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar