00:26 13 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    170
    Nos siga no

    Uma missão conjunta egípcio-dominicana anunciou a descoberta de 16 tumbas escavadas na rocha e poços funerários no Templo de Taposiris Magna, perto de Alexandria.

    A missão, liderada pela arqueóloga Kathleen Martinez, revelou tumbas da era greco-romana, segundo o portal Daily News Egypt. 

    O tipo de tumbas talhadas na rocha eram populares nessa época no Egito. Algumas foram encontradas em poços funerários, contudo estavam em mau estado de conservação.

    De acordo com a arqueóloga, duas das múmias preservavam restos de pergaminhos e partes dos sarcófagos, bem como restos de decorações mostrando o antigo deus egípcio Osíris, deus da vida após a morte.

    ​Uma missão arqueológica egípcio-dominicana liderada por Kathleen Martinez perto de Alexandria descobriu 16 sepultamentos em um templo dedicado a Osíris.

    Uma das múmias ostentava uma coroa decorada com chifres e uma cobra na testa. O peito da múmia mostra uma decoração dourada representando um largo colar prendendo a cabeça de um falcão, símbolo do antigo deus Hórus.

    Além das múmias, foram encontrados amuletos folheados a ouro em forma de língua, que eram postos na boca da múmia durante um ritual para garantir sua habilidade de falar na vida após a morte.

    Mais:

    Mistério da 'múmia que grita' de mais de 3.200 anos é revelado no Egito (FOTOS)
    Cientistas usam raios X para descobrir destino de múmias de animais do Egito (FOTOS)
    Múmia egípcia de 2.400 anos é retirada da proteção de vidro pela 1ª vez em 130 anos na Índia (FOTOS)
    Tags:
    Egito, arqueólogos, arqueólogo, arqueologia, descoberta, tumbas, tumba, múmia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar