22:38 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 112
    Nos siga no

    O objeto celeste chamado de "segunda Lua" pelos astrônomos se aproximará da Terra pela última vez na próxima semana, em 2 de fevereiro.

    Os astrônomos chamam de segunda Lua o pequeno objeto celeste 2020 SO que caiu na órbita da Terra no caminho entre nosso planeta e a Lua em setembro de 2020.

    Em dezembro de 2020, os cientistas da NASA descobriram que o objeto não era um corpo celeste, mas sim restos de um propulsor de foguete dos anos 1960 envolvido na missão lunar dos EUA, a American Surveyor.

    O objeto fez sua aproximação máxima da Terra em 1º de dezembro de 2020, um dia antes da agência o identificar como um propulsor de foguete. Agora, o objeto está retornando para dar mais uma volta, segundo informou o portal EarthSky.

    O objeto 2020 SO se aproximará da Terra pela última vez na próxima semana, em 2 de fevereiro, estando a uma distância de cerca de 220 mil quilômetros da Terra.

    Segundo dados do portal, o objeto se afastará por completo depois disso, deixando a órbita da Terra de vez em março de 2021. Em seguida, a segunda Lua será apenas mais um objeto orbitando o Sol.

    A NASA revelou que o objeto se aproximou várias vezes da Terra durante dezenas de anos, chegando relativamente perto de nós em 1966, ano no qual a agência lançou sua sonda lunar Surveyor 2 na parte de trás do foguete Centaur.

    Isso deu aos cientistas a primeira grande pista de que o objeto 2020 SO era artificial. A confirmação total veio depois, quando cientistas compararam sua composição química com a de outro propulsor de foguete, que está em órbita desde 1971.

    Tags:
    foguete, corpo celeste, Sol, espaço, Terra, Lua
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar