03:18 19 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 100
    Nos siga no

    Uma missão arqueológica do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito descobriu ruínas de uma fortificação romana no sítio arqueológico de Shiha, na cidade de Aswan.

    No seu interior foram encontrados vestígios de um templo do período ptolemaico (de 303 a.C. a 30 a.C.) e de uma igreja que remonta ao início do período copta, que durou aproximadamente do século III d.C até o século IX d.C.

    Segundo explicou Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, os arqueólogos descobriram dentro da fortificação vários elementos arquitetônicos de um templo de Ptolomeu, e um painel incompleto de arenito retratando um modelo da entrada para o templo e um homem que parece ser um imperador romano de pé ao lado de um altar.
    1 / 3
    Fortificação romana descoberta durante escavações no Egito

    A equipe encontrou quatro blocos de arenito com folhas de palmeira esculpidas e os tradicionais símbolos de forma oblonga (chamados cartuchos) representando o nome de reis do Antigo Egito e de imperadores gregos.

    Além disso, foram achados um recipiente de barro e parte de uma abóbada de tijolos da era copta, escreve Egypt Independent.

    Mais:

    Mergulhadores recuperam artefatos de navio militar britânico naufragado em 1799 (FOTOS)
    Descoberto na China enorme complexo de templos antigos com inscrições budistas (FOTOS)
    Encontradas tumbas de crianças da elite do Império Inca de 500 anos no Peru (FOTOS)
    Tags:
    sítio arqueológico, Egito, civilizações antigas, escavação, arqueologia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar