07:33 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 50
    Nos siga no

    Durante as escavações no sítio arqueológico de 500 anos ao norte do Peru, especialistas descobriram as tumbas das crianças que pertenceram à elite inca.

    Durante as escavações no sítio arqueológico de 500 anos de antiguidade ao norte do Peru, um grupo de especialistas descobriram tumbas de crianças que pertenceram à elite inca, sugerem os cientistas, segundo Ministério da Cultura.

    A descoberta aconteceu no mês passado, como parte dos trabalhos de conservação e restauração do complexo conhecido como Huaca Las Abejas, no sítio arqueológico de Túcume, onde os trabalhos começaram em 2017.

    "Na etapa 2020 foi descoberto na zona do cemitério um segundo nível de sepultamentos, registrando-se dois enterros de crianças e de uma lhama sem sinais de sacrifício", segundo o comunicado.

    As crianças foram enterradas perto de restos de outras pessoas identificadas como membros da elite inca, disse o arqueólogo José Escudero. "De acordo com o tipo de sepultamentos, as tumbas encontradas denotam o grau de importância que tinham", afirmou o arqueólogo.

    Escavações no sítio arqueológico Huaca Las Abejas ao norte do Peru
    Escavações no sítio arqueológico Huaca Las Abejas ao norte do Peru

    As lhamas foram domesticadas pelos incas para lhes fornecer carne e lã. Além dos restos da lhama, foram encontrados utensílios de cerâmica, conhecidos por serem usados pela elite.

    Os pesquisadores puderam determinar a data quando as crianças foram enterradas ao estudar a sedimentação debaixo das tumbas, que acreditam terem sido criada pelas fortes chuvas durante o Império Inca, há 500 anos.

    Os novos vestígios foram adicionados a outros 45 sepultamentos e fardos funerários da nobreza inca encontrados durante escavações anteriores.

    Escavações no sítio arqueológico Huaca Las Abejas ao norte do Peru
    Escavações no sítio arqueológico Huaca Las Abejas ao norte do Peru

    Túcume é um complexo arqueológico localizado a 780 quilômetros ao norte de Lima, capital do Peru, formado por restos de numerosas pirâmides de barro que os historiadores sugerem terem servido como centro administrativo e cerimonial.

    Estima-se que o sítio foi criado em torno de 1100 d.C. e absorvido pelo Império Inca em 1500 d.C.. Na mesma zona, também habitou a cultura Lambayeque.

    Mais:

    Descoberto na China enorme complexo de templos antigos com inscrições budistas (FOTOS)
    Enigma de tumba de 3.500 anos é desvendado na China (FOTOS)
    Necrópole paleocristã e elementos monumentais são descobertos em Portugal (FOTOS)
    Domador de cavalos: raro mural da Dinastia Tang é achado em tumba na China (FOTO)
    Tags:
    elite, lhama, arqueologia, Peru, enterro, tumba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar