03:21 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    O animal tinha dentes peculiares que o permitiam cortar a presa ao meio e realizar mordidas fatais em animais maiores do que ele próprio, explicam os autores da descoberta.

    Uma nova espécie de lagarto marinho que viveu há cerca de 66 milhões de anos, quando os dinossauros se extinguiram, foi identificada e surpreendeu os cientistas pelo formato de seus dentes, que lembram facas. O estudo foi publicado na revista científica Cretaceous Research na semana passada.

    "O novo mosassauro [réptil pré-histórico] se soma a uma lista crescente de répteis marinhos conhecidos desde o último Cretáceo no Marrocos, que na época estava submerso em um mar tropical […]. Há 66 milhões de anos, a costa africana tinha os mares mais perigosos do mundo […] [e] a diversidade de predadores ali era diferente de tudo o que se viu em outras partes do planeta", explica Nick Longrich, principal autor do estudo, ao tabloide Daily Mail.

    A nova espécie foi batizada de Xenodens calminechari e tinha dentes com uma disposição semelhante à de alguns tubarões, o que lhe permitia cortar a sua presa ao meio e morder grandes bocados de animais enormes.

    Espécie de mosassauro recém-descoberta Xenodens calminechari faz jus ao seu nome: "Dente estranho, como uma lâmina de serra"

    O animal era ágil e pequeno, de tamanho semelhante ao de uma toninha, também conhecido como porco-marinho. Os dentes desses répteis chegavam a "dez metros de comprimento" e eles eram "predadores superiores, como as baleias-assassinas", diz Longrich.

    Essa nova espécie se junta a uma lista de répteis marinhos que habitavam os mares no final do Cretáceo, o último período antes da extinção dos dinossauros. "Ainda estamos aprendendo a diversidade dos mosassauros e cada vez que pensamos que os resolvemos, surge um novo", comenta Longrich.

    Mais:

    Fóssil completo de rinoceronte 'peludo' de 12 mil anos é encontrado na Sibéria (FOTOS, VÍDEO)
    Fóssil quase completo de tubarão que viveu há 150 milhões de anos é descoberto na Alemanha (FOTOS)
    Fóssil de psitacossauro mostra como dinossauros faziam necessidades e copulavam (FOTO)
    Fóssil de 480 milhões de anos ajuda a resolver um dos grandes mistérios da biologia (FOTO)
    Tags:
    dinossauro, Período Cretáceo, tubarão, lagarto
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar