03:07 28 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)
    0 40
    Nos siga no

    Pesquisadores da Universidade de Ohio (EUA) encontraram duas novas cepas do coronavírus, uma sendo semelhante à mutação britânica e a outra tornando o vírus mais contagioso.

    Anteriormente, veículos de imprensa informaram, citando relatório do grupo de trabalho da Casa Branca para a crise do coronavírus, que nos Estados Unidos poderia ter surgido uma nova e mais contagiosa cepa do vírus que se espalha 1,5 vez mais rápido do que a variante original. No entanto, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) norte-americano refutou esta informação.

    Segundo comunicado da Universidade de Ohio, embora a primeira cepa seja semelhante à britânica, possivelmente surgiu nos Estados Unidos. Já a outra cepa passou por três mutações genéticas que antes não foram vistas juntas no SARS-CoV-2.

    Uma das cepas foi recentemente encontrada em um paciente em Ohio, sendo ainda impossível avaliar sua propagação. A segunda variante fincou raízes na cidade de Columbus (EUA), no fim de dezembro de 2020 e no início de 2021.

    Segundo cientistas, mutações na segunda cepa, provavelmente, tornam o vírus mais contagioso, aumentando, assim, a transmissão de pessoa para pessoa. Os pesquisadores ressaltaram que eles ainda não viram fundamentos para considerar que esse fato influenciará a eficácia das vacinas.

    Em meados de dezembro de 2020, surgiram notícias de que no Reino Unido foi descoberta uma nova cepa do SARS-CoV-2. Embora, nova variante, segundo avaliações preliminares, possa ser 70% mais contagiosa, ainda nada indica que esta causa mais mortes ou mais internações. Posteriormente, autoridades da África do Sul e do Brasil declararam o surgimento de novas cepas em seus países.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)

    Mais:

    Laboratório detecta nova cepa do coronavírus em São Paulo
    Revelado sintoma inesperado da nova cepa da COVID-19
    Após proibir voos do Reino Unido, Rússia detecta 1º caso de nova cepa da COVID-19
    Tags:
    EUA, Ohio, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar