07:52 14 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    Pesquisadores analisaram uma supernova Ia próxima, composta por explosões termonucleares de estrelas anãs brancas em órbita mútua com outra estrela, e que potencia estudos posteriores de supernovas.

    Uma equipe de cientistas revelou em um estudo publicado na revista The Astrophysical Journal o modelo de curva de luz e modelo espectral de uma supernova Ia (SNla), segundo o portal Phys.org.

    As SN Ia são cruciais para descobrir o que é conhecido como energia escura, nome dado à energia desconhecida que causa a atual expansão acelerada do Universo. Apesar disso, os astrônomos sabem pouco sobre as origens dessas supernovas, exceto que elas são as explosões termonucleares de estrelas anãs brancas em orbita mútua com outra estrela.

    Os pesquisadores investigaram para o caso a bastante próxima supernova SN 2017cbv, obtendo "o mais completo modelo de curva de luz e modelo espectral de uma única supernova", relata a mídia.

    "É um dos tipos de supernovas com a mais completa cobertura temporal através das bandas de filtros ópticos e infravermelhos próximos e espectroscopia, o que torna o alvo um padrão ideal para investigações comparativas da SNeIa [supernova tipo Ia]", de acordo com o dr. Wang Lingzhi, que coordenou o estudo.

    O conjunto de dados fornecido pelo estudo é "único", disse.

    "Estimativas confiáveis da extinção e avermelhamento causado pela poeira nas galáxias hospedeiras das supernovas Tipo Ia é a questão mais importante na aplicação cosmológica da supernova Tipo Ia que lançou as bases para estudos da energia negra do Universo", comentou o professor Wang Lifan, coautor do estudo.

    "Com este conjunto único de dados, somos capazes de estabelecer restrições à massa de níquel sintetizada durante a explosão, construir o modelo de explosão SN que melhor se ajuste aos dados, bem como obter um limite superior de 0,1 massa solar para a massa de hidrogênio", apontou.

    Mais:

    Origem solitária de uma das supernovas mais famosas é revelada
    Hubble registra VÍDEO de supernova em galáxia espiral a 70 milhões de anos-luz da Terra
    Supernova insólita está explodindo a 100 milhões de anos-luz de distância da Terra (FOTO)
    Tags:
    Phys.org
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar