11:02 09 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2343
    Nos siga no

    A rede social de Mark Zuckerberg passará a ter acesso aos dados do WhatsApp, que também poderá compartilhar dados com outras empresas, revelou a empresa-mãe.

    O WhatsApp começará a enviar dados e contatos do aplicativo da empresa ao Facebook, anunciou a subsidiária do bilionário Mark Zuckerberg, em sua nova política de privacidade.

    "O WhatsApp pode receber ou coletar certas informações para operar, fornecer, melhorar, compreender, personalizar, dar suporte e comercializar nossos serviços, quando você instala, acessa ou utiliza nossos serviços", afirma.

    Se os usuários não aceitarem as novas regras, perderão acesso à conta, e qualquer uso do aplicativo a partir de 8 de fevereiro implica a sua aceitação. Os dados serão assim processados pelo Facebook, apesar de este não poder acessar as conversas devido à encriptação de ponta a ponta. Os dados pessoais (números de celular dos usuários, números dos contatos, localização e outros) também poderão ser compartilhados com outras empresas.

    O portal Ars Technica citou uma porta-voz do WhatsApp, segundo a qual a mudança visa permitir que a empresa armazene as conversas do WhatsApp utilizando a infraestrutura mais ampla do Facebook.

    No entanto, esta mudança não se aplica aos usuários da União Europeia, bem como ao Reino Unido, pois são regidos pela subsidiária WhatsApp Ireland Ltd., que tem uma política de privacidade diferente, em linha com as leis de privacidade do bloco, segundo o portal Business Insider, que citou um porta-voz da empresa de Mark Zuckerberg.

    Mais:

    Especialista recomenda mudar 3 configurações do WhatsApp para evitar roubo de dados
    Com Facebook atento a 'advento da LGPD', analista espera transparência no uso dos dados dos usuários
    Comissário alemão adverte funcionários públicos contra utilização do WhatsApp
    Tags:
    Reino Unido, União Europeia, Business Insider, Mark Zuckerberg, Facebook, Facebook, WhatsApp, WhatsApp
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar