12:31 21 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    150
    Nos siga no

    Entre 2018 e 2019, astrônomos observaram atentamente um buraco negro a cerca de dez mil anos-luz da Terra. Este buraco negro faz parte de um sistema binário, situado na Via Láctea e batizado de MAXI J1820+070, e é oito vezes mais pesado que o Sol.

    Em julho de 2018, um clarão pegou astrônomos de surpresa. Eles tiveram, na verdade, um vislumbre surpreendente de dois jatos de gás quentes explodindo do buraco negro a 80% da velocidade da luz. A energia da explosão acabou criando uma erupção cósmica magnífica, relata a INVERSE.

    As explosões luminosas aparecem em uma série de quatro observações realizadas pelo Observatório de Raios X Chandra da NASA. Com esses dados, os astrônomos foram capazes de detectar os jatos à medida que saíam do buraco negro, disparando para longe de seu centro e atingindo a matéria ao redor.

    Os jatos de gás estão se movendo em direções opostas, um para o norte eo outro para o sul do buraco negro . Devido a essa posição, a explosão causa uma rápida ilusão de ótica.

    "Com que rapidez estão os jatos de matéria se afastando do buraco negro? Do ponto de vista da Terra, parece que o jato do norte está se movendo a 60% da velocidade da luz, enquanto o do sul está viajando a 160% [da velocidade da luz], o que parece impossível ", disse Mathilde Espinasse, coautora do estudo publicado este ano na revista científica The Astrphysical Journal Letters.

    A velocidade exorbitante do jato do sul pode ser explicada pela direção que está tomando, rumo ao nosso planeta, o que dá a impressão de que está viajando mais rápido do que a velocidade da luz por seguir nossa linha de visão.

    Velocidade da luz corresponde a cerca de 299.792 quilômetros por segundo, e nada pode viajar tão rápido quanto ou mais rápido que ela. Se um objeto viajasse a essa velocidade, sua massa precisaria ser infinita.

    "Este é um exemplo de movimento superluminal, um fenômeno que ocorre quando algo viaja em nossa direção próximo à velocidade da luz, ao longo de uma trajetória próxima da nossa linha de visão", explicaram os pesquisadores. Na realidade, eles acabaram descobrindo que ambos os jatos estão viajando em torno de 80% da velocidade da luz.

    No fim das contas, mesmo não tendo quebrado as leis da física, a explosão do buraco negro ainda permitiu uma visualização impressionante da matéria viajando a velocidades exorbitantes.

    Mais:

    Muito, muito distante: galáxia mais afastada da Terra é também a mais antiga do Universo, diz estudo
    Cadê?! Ausência de buraco negro supermassivo em aglomerado de galáxias intriga cientistas (FOTO)
    Astrônomos detectam possível sinal de rádio de 'mundos alienígenas'
    Tags:
    universo, ciência, velocidade da luz, jatos, Via Láctea, buraco negro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar