15:01 20 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    370
    Nos siga no

    Os cientistas há muito que procuram por outros planetas habitáveis para os humanos. O problema é que muitos desses corpos celestes têm condições adversas à vida, pelo que uma ajuda marciana seria fundamental.

    O cientista-chefe da NASA, James Green, acredita que a descoberta de vida em outros planetas do Sistema Solar, como em Marte, permitiria que os futuros astronautas fossem geneticamente modificados para poderem viver nas condições do Planeta Vermelho, ou semelhantes, disse Green no podcast Gravity Assist.

    De acordo com o cientista, estudar a vida que se desenvolveu em um ambiente completamente diferente do da Terra nos explicaria como esse tipo de vida evoluiu para sobreviver.

    "[...] Se formos capazes de decifrar isso [...] o conceito de estarmos vivos e de crescermos usando novas mudanças em nossa estrutura de DNA, que outras formas de vida possam já ter usado, então poderemos ir a qualquer lado da galáxia que quisermos!", afirmou Green.

    Efetivamente, o cientista-chefe sabe que a vida encontrada no Sistema Solar - além da Terra - deverá ser microbiana, mas ainda assim, sua descoberta poderia mudar completamente a visão da humanidade.

    Foto tirada pelo rover Curiosity na superfície de Marte
    Foto tirada pelo rover Curiosity na superfície de Marte

    A próxima missão dos EUA a Marte é a do rover Perseverance, cujo pouso em solo marciano, na cratera de Jezero, está prevista para fevereiro de 2021, depois de seis meses de viagem. A missão não tripulada foi lançada a bordo de um foguete Atlas V em 30 de julho deste ano.

    O CEO da SpaceX, Elon Musk, assegurou no início de dezembro que os humanos deverão "provavelmente" pousar em Marte daqui a seis anos, com o objetivo de criar uma "civilização real" no planeta. Para Musk, Marte não é um "planeta B": sua exploração é parte de sua visão para a humanidade como "uma espécie multiplanetária e uma civilização exploradora do espaço".

    Mais:

    Sonda em Marte captura 'figura de anjo' perto do polo sul do planeta (FOTOS)
    Com dados da sonda InSight, cientistas conseguem 'olhar' para dentro de Marte pela 1ª vez
    A caminho de Marte, sonda chinesa atinge mais de 100 milhões de quilômetros de distância da Terra
    Tags:
    Marte, Terra, Sistema Solar, vida extraterrestre, ciência
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar