08:59 17 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)
    0 40
    Nos siga no

    Pesquisadores determinaram por quanto tempo os anticorpos podem persistir no corpo de pessoas recuperadas. Os cientistas caracterizaram resultados da nova pesquisa como "encorajadores".

    A esmagadora maioria de infectados pelo coronavírus mantêm anticorpos contra a doença por seis meses, em média, depois de se recuperarem, revelaram médicos do Instituto de Saúde e Bem-Estar da Finlândia (THL, na sigla em finlandês). Quanto mais grave era a forma da doença, mais anticorpos tinha o paciente.

    Os pesquisadores estudaram amostras de 867 pessoas que se recuperaram da COVID-19. O objetivo de estudo era determinar por quanto tempo os anticorpos podem persistir no corpo de pessoas recuperadas.

    Os pesquisadores finlandeses descobriram que 792 delas, 91,3%, tinham anticorpos seis meses depois. Os próprios cientistas caracterizaram esses resultados como "encorajadores".

    "O fato de que anticorpos persistam durante tanto tempo em uma proporção tão grande dos infectados é uma descoberta encorajadora, e a descoberta de anticorpos neutralizantes pode significar uma proteção mais duradoura", indicou o médico Merit Melin, citado no comunicado do THL emitido na sexta-feira (18).

    Por sua vez, Arto Palmu, colega de Melin, destacou que a descoberta "aumenta o optimismo também sobre a proteção a longo prazo que oferecem as vacinas".

    O Brasil já registrou 7.162.978 casos, 185.650 mortes e 6.322.955 pacientes recuperados da COVID-19. No mundo há 75.736.362 casos confirmados, 1.675.963 óbitos e 42.721.640 pacientes recuperados do coronavírus.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)

    Mais:

    Pandemia da COVID-19 pode agravar situação do trabalho infantil no Brasil, aponta especialista
    Moderna joga fora 400 mil doses de vacina contra COVID-19 devido a falha na produção, diz Bloomberg
    COVID-19: cientistas calculam quantas pessoas no mundo vão ficar sem vacina
    Cientistas descobrem o porquê de danos cerebrais durante COVID-19
    Tags:
    vacina, médicos, anticorpos, vírus, novo coronavírus, pandemia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar