02:04 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    Astrônomos da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) liberaram novos dados de pesquisa coletados pelo telescópio Gaia, criando um vídeo que mostra a evolução da Via Láctea nos próximos 1,6 milhão de anos.

    O trabalho feito pelos cientistas permite ver as trajetórias futuras de 40 mil estrelas a uma distância de aproximadamente 326 anos-luz do Sol.

    Embora não inclua todas as estrelas que existem dentro desses parâmetros, isso ainda nos permite ter uma visualização bastante precisa de como as estrelas vão deslocar-se (em relação ao Sol) à medida que os astros aceleram, desaceleram e aproximam-se mais ou se afastam da nossa estrela.

    "Sabendo a posição de uma estrela no céu atualmente, e a partir de sua distância e movimento medidos por Gaia, podemos prever onde as estrelas aparecerão no céu no futuro", disse Anthony Brown, astrônomo da ESA, ao portal SYFY WIRE.

    O que parecem ser teias de aranha cósmicas são na verdade as trilhas das estrelas à medida que elas migram ao longo de centenas de milhares de anos.

    Se olhar com mais atenção, é possível observar que algumas das trilhas estelares que começam a se mover mais rápido e mais longe acabam por se mover mais lentamente, e vice-versa. É previsto que estas estrelas se aproximem do Sol, mas depois vão se afastar mais.

    A simulação parte do princípio que os astros aceleram em linha reta através do espaço. Na realidade, as estrelas, incluindo nosso Sol, mudam constantemente a direção em que se movem à medida que orbitam em torno da Via Láctea. Os objetos em órbita estão sempre girando.

    Mais:

    Enigma da nebulosa do Anel Azul que brilha em ultravioleto é resolvido por astrofísicos (FOTOS)
    Cientistas: Terra está mais próxima de buraco negro supermassivo que se pensava anteriormente
    Astrônomos detectam nova fonte ultraluminosa em galáxia a 31 milhões de anos-luz da Terra (FOTO)
    Tags:
    agência espacial, Sol, estrelas, Universo, telescópio, Via Láctea
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar